Denúncias de violência sexual aumentam 88% no carnaval deste ano

Segundo a Secretaria, foram 109 atendimentos de relatos de violência sexual neste ano, contra 58 no ano passado

Comentar
Compartilhar
05 MAR 2017Por Estadão Conteúdo08h30
As denúncias de violência sexual no carnaval aumentaram 87,9% neste anoAs denúncias de violência sexual no carnaval aumentaram 87,9% neste anoFoto: Agência Brasil

As denúncias de violência sexual no carnaval aumentaram 87,9% neste ano em comparação com o carnaval de 2016, segundo dados da Secretaria Especial de Políticas para Mulheres, do governo federal. Os números levam em conta atendimentos registrados pela Central de Atendimento à Mulher (Disque 180).

Segundo a Secretaria, foram 109 atendimentos de relatos de violência sexual neste ano, contra 58 no ano passado. Para a pasta, o aumento no número de relatos de violência sexual - que abrange de assédios ao estupro - pode ter conexão com as campanhas que incentivam a denúncia.

Nos quatro dias de carnaval, o Disque 180 registrou, ao todo, 2 132 queixas de mulheres - o que representa uma leve queda de 1,62% em comparação com o mesmo período do ano passado.

A violência física foi o principal motivo das ligações (1.136). Em seguida, vem a violência psicológica (671), a sexual (109), a violência moral (95), além de denúncias de cárcere privado (68), violência patrimonial (49) e tráfico de pessoas (4).

Rio

Nesta quinta, a Polícia Militar do Rio divulgou dados de agressões a mulheres no Estado. Em cinco dias, período de duração da Operação Carnaval realizada pela PM, a instituição prestou 15.943 atendimentos por meio do telefone 190. Desses, 2 154 (13,5%) se referiam a casos de violência contra mulheres.