Banner gripe

Confira algumas dicas para ter uma casa mais segura

Seja para o bebê, para a criança ou para o vovô, a casa precisa ser um ambiente seguro para todos

Comentar
Compartilhar
21 OUT 2017Por Da Reportagem11h30
Bebês e crianças são curiosos por natureza. Todo cuidado é poucoFoto: Divulgação

Seja para o bebê, para a criança ou para o vovô, a casa precisa ser um ambiente seguro para todos. Embora não seja muito discutido, este assunto é de grande importância, pois de acordo com dados do Ministério da Saúde acidentes domésticos ainda são principal causa de morte de crianças até 9 anos.

No caso dos idosos, mais da metade dos acidentes sofridos por eles ocorrem dentro de casa. Porém se engana quem pensa que é difícil evitar estes sustos: com as dicas simples da arquiteta Carolina Fiuza, consultora do Diário, e algumas mudanças na rotina é possível ter um lar mais seguro para todos.

Cuidados com idosos

Alguns dos cuidados com idosos também servem para toda a família, como por exemplo evitar pisos escorregadios, principalmente em áreas que costumam receber água como banheiros, área de serviço e cozinhas. Nestes ambientes opte por revestimentos com textura natural ou acetinada e fuja dos pisos com acabamento polido, pois são lisos e escorregadios. Para quem utiliza tapete antiderrapante no banheiro, verifique sempre se o tapete está aderindo bem ao piso, pois se não estiver bem preso ele pode se tornar um risco grande. Outra dica é a instalação de barras de apoio, você pode utilizá-las onde for preciso, isso vai depender muito das necessidades das pessoas da sua casa, o local onde são mais encontradas são nos banheiros e principalmente dentro do box.

Uma outra dica que pode beneficiar a todos é evitar ter ambientes totalmente escuros, principalmente quartos de idosos, crianças e corredores. Uma alternativa para não deixar a luz acesa é instalar pequenas luminárias de parede ou balizadores, que fornecem uma iluminação de baixa intensidade e iluminam o caminho diminuindo o risco de quedas. Também é importante tomar cuidado com desníveis que possam existir na residência: se existirem escadas e houver pessoas com certa dificuldade de locomoção, é possível instalar lixas antiderrapantes nos degraus.

Além das dicas de protetores, travas, barras e outros acessórios que podem minimizar os riscos de acidentes domésticos, vale a pena tomar cuidado com os produtos utilizados dentro de casa.

Cuidados com as crianças

Bebês e crianças são curiosos por natureza, por isso querem explorar e mexer em tudo e sabemos que nem sempre conseguimos estar ao lado deles supervisionando tudo que fazem. Por isso principalmente na cozinha, área de serviço e banheiros o ideal é ter travas nos armários que estiverem ao alcance da criança, pois objetos como panelas, tábuas, baldes, entre outros, podem cair. Além disso, costumamos guardar os produtos de limpeza nesses locais, que se ingeridos apresentam enorme risco.

Existem travas simples que podem ser utilizadas em armários e também vasos sanitários, pois bebês podem sofrer acidentes com a tampa do vaso ou até mesmo afogamento. Além das travas os protetores de tomadas e portas são acessórios também muito importantes, vale a pena também tomar cuidado com cabos e fios com fácil acesso. Para quem tem escadas em casa, cuidado redobrado com quedas, no caso de bebês é interessante a instalação de um pequeno portão para controle do acesso a escada e no caso de crianças e idosos é essencial a presença de um guarda corpo e corrimão.

Nas áreas externas e varandas, é preciso tomar cuidado com plantas venenosas, nas varandas a presença de rede de proteção é essencial e para quem tem piscina é possível cobrir ou instalar uma cerca protetora para evitar acidentes e possíveis afogamentos.

Colunas

Contraponto