Castelo terá mutirão de vistoria e distribuição de sal contra o Aedes nesta quarta

O mutirão será o primeiro promovido em 2019 e integrará as ações da semana estadual de mobilização contra o mosquito

Comentar
Compartilhar
12 FEV 2019Por Da Reportagem21h01
O bairro do Castelo vai receber o mutirão de combate ao Aedes AegyptiFoto: Agência Brasil

O bairro do Castelo, na Zona Noroeste, vai receber nesta quarta (13), das 8h às 17h, mutirão de combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika vírus, chikungunya e da febre amarela urbana. Além da vistoria de quase três mil imóveis pelos agentes de combate a endemias e agentes comunitários de saúde, haverá estande da equipe de Informação, Educação e Comunicação (IEC) em frente ao Centro Esportivo da Zona Noroeste (Rua Fausto Felício Bruzarosco s/n°), onde serão distribuídos material educativo e sachês de sal para colocação em ralos e calhas para evitar possíveis criadouros do mosquito.

"Todos os agentes trabalham com uniformes e crachás de identificação e pedimos aos moradores do bairro que colaborem com o mutirão. Aqueles que, por qualquer motivo, não estiverem em suas casas, que deixem algum familiar, amigo ou vizinho para a inspeção dos imóveis", solicita o chefe em substituição do Departamento de Vigilância em Saúde, Marcelo Brenna do Amaral.

O mutirão será o primeiro promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) em 2019 e integrará as ações da semana estadual de mobilização contra o Aedes. O bairro do Castelo foi escolhido para esta primeira ação porque o único caso confirmado de dengue foi em uma moradora do bairro. Outros mutirões estão programados para fevereiro e, nos próximos meses, nas áreas de maior incidência da doença ou de risco.

Colunas

Contraponto