Barris da Shell são encontrados no mesmo local das manchas de óleo no Nordeste

A empresa, porém, disse que o Ibama está ciente do caso e que o material encontrado nesses recipientes não tem ligação com o óleo cru.

Comentar
Compartilhar
13 OUT 2019Por Da Reportagem18h13
Mancha de óleo atinge ao menos 138 pontos do Nordeste.Foto: Adema/Governo de Sergipe

*Com informações do TERRA/André Borges, Amanda Pupo, Tânia Monteiro e Fabio Grellet

O Ibama promete cobrar explicações da Shell sobre o aparecimento de vários barris da empresa no mesmo local onde há as manchas de óleo cru em todo o litoral do Nordeste. A Shell, por sua vez, diz que dentro dos recipientes encontravam-se óleos lubrificantes, que nada tem a ver com o encontrado nas praias da região.

A Marinha informou que as manchas de óleo cru encontradas no local realmente não tem ligação com os produtos da Shell. Porém, o presidente do Ibama, Eduardo Fortunato Bim, disse que, à pedido do ministro Ricardo Salles, pedirá um laudo técnico da Universidade Federal do Sergipe (UFS) sobre o material encontrado nos barris.