Auxílio de R$ 300: Veja quantas parcelas você vai receber e calendário completo

Pagamento das parcelas de prorrogação valerá para aqueles que já estavam recebendo as de R$ 600

Comentar
Compartilhar
29 SET 2020Por Gazeta de S. Paulo15h04
Se o beneficiário receber o auxílio em um mês, mas conseguir trabalho com carteira assinada antes do pagamento da próxima parcela, ele deixará de receber os próximos pagamentosFoto: MARCELLO CASAL JR/AGÊNCIA BRASIL

O governo definiu novas regras para o recebimento das próximas quatro parcelas do auxílio emergencial de R$ 300. O pagamento das parcelas de prorrogação valerá para aqueles que já estavam recebendo as de R$ 600. O pagamento acontecerá até dezembro, independentemente do número de parcelas que o trabalhador receber até lá. Veja o esquema:

A pessoa que recebeu a última parcela de R$ 600 em agosto, vai receber 4 parcelas de R$ 300; aquele que recebeu a última parcela de R$ 600 em setembro, vai receber 3 parcelas de R$ 300; quem receber a última parcela de R$ 600 em outubro, vai receber 2 parcelas de R$ 300; o beneficiário que receber a última parcela de R$ 600 em novembro, vai receber apenas 1 parcela de de R$ 300.

O pagamento para as pessoas que não fazem parte do programa Bolsa Família começam nesta quarta-feira (30). Cerca de 56% dos aprovados devem receber o limite de mais quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 (em caso de mães monoparentais).

"Serão 27 milhões de pessoas que receberão R$ 300 ou R$ 600 (no caso de mães monoparentais), o que totaliza um investimento do governo federal de mais de R$ 9 bilhões. Assim como ocorreu até o presente momento, o calendário seguirá o mês de nascimento dos beneficiários, ou seja, os créditos se iniciarão por aqueles nascidos em janeiro, depois fevereiro, março e assim sucessivamente, em poupança social digital já existente em seu nome", diz a nota do Ministério da Cidadania.

O governo também vai passar a reavaliar mensalmente os aprovados. A partir disso, se o beneficiário receber o auxílio em um mês, mas conseguir trabalho com carteira assinada, ele deixará de receber os próximos pagamentos.

Calendário


O calendário de pagamento do auxílio de R$ 300 é baseado na data em que o beneficiário recebeu a primeira parcela original do benefício de R$ 600.

Para os aprovados que receberam a primeira parcela em abril, o calendário de pagamento da primeira parcela do auxílio de R$ 300 fica assim:


Nascidos em janeiro: pagamento no dia 30/9 e saque em 7/11
Nascidos em fevereiro: pagamento no dia 5/10 e saque em 7/11
Nascidos em março: pagamento no dia 7/10 e saque em 14/11
Nascidos em abril: pagamento no dia 9/10 e saque em 21/11
Nascidos em maio: pagamento no dia 11/10 e saque em 21/11
Nascidos em junho: pagamento no dia 14/10 e saque em 24/11
Nascidos em julho: pagamento no dia 16/10 e saque em 26/11
Nascidos em agosto: pagamento no dia 21/10 e saque em 28/11
Nascidos em setembro: pagamento no dia 25/10 e saque em 28/11
Nascidos em outubro: pagamento no dia 28/10 e saque em 1/12
Nascidos em novembro: pagamento no dia 29/10 e saque em 5/12
Nascidos em dezembro: pagamento no dia 1/11 e saque em 5/12

Para os aprovados que receberam a primeira parcela em maio, o calendário de pagamento da primeira parcela do auxílio de R$ 300 fica assim:

Nascidos em janeiro: pagamento no dia 30/10 e saque em 7/11
Nascidos em fevereiro: pagamento no dia 4/11 e saque em 7/11
Nascidos em março: pagamento no dia 5/11 e saque em 14/11
Nascidos em abril: pagamento no dia 6/11 e saque em 21/11
Nascidos em maio: pagamento no dia 8/11 e saque em 21/11
Nascidos em junho: pagamento no dia 11/11 e saque em 24/11
Nascidos em julho: pagamento no dia 12/11 e saque em 26/11
Nascidos em agosto: pagamento no dia 13/11 e saque em 28/11
Nascidos em setembro: pagamento no dia 15/11 e saque em 28/11
Nascidos em outubro: pagamento no dia 16/11 e saque em 1/12
Nascidos em novembro: pagamento no dia 18/11 e saque em 5/12
Nascidos em dezembro: pagamento no dia 20/11 e saque em 5/12