X

Brasil

Após 46 dias de seca, São Paulo registra tempestade

O Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura de São Paulo informou que as chuvas começaram na noite de segunda-feira (30)

Da Reportagem

Publicado em 31/07/2018 às 19:17

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Sabesp diz que falta de chuva reduziu para 39,6% capacidade do Sistema Cantareira / Agência Brasil

Após 46 dias sem registro de índices expressivos de chuva, a capital paulista registrou hoje (31) forte tempestade. O Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura de São Paulo informou que as chuvas começaram na noite de segunda-feira (30), na zona sul da capital, e na parte de manhã espalharam-se pela cidade acumulando uma média pluviométrica de 8,6 milímetros (mm).

O último registro expressivo de chuva na capital ocorreu em 13 de junho, quando houve um acumulado de 8,4 mm. Até hoje só foram registradas garoas que totalizaram 0,16mm.

Para amanhã, a previsão é de chuva fraca na cidade, com condições de chuvas isoladas nos próximos dias.

Segundo o meteorologista Michael Pantera, do CGE, períodos longos sem chuva durante o inverno são comuns devido a um fenômeno conhecido como “bloqueio atmosférico. “Consiste em uma massa de ar seco que ganha força e dificulta a passagem dos sistemas frontais pelo litoral paulista. Dessa forma, é usual que ocorram eventos de estiagem prolongada até que uma frente fria forte o suficiente rompa este bloqueio”, explicou.

O CGE registrou o maior período de estiagem na capital paulista em 2012, quando houve 62 dias de seca.

Reservatórios

A escassez de chuvas reduziu a capacidade do Sistema Cantareira para 39,6%, de acordo com o boletim da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

O sistema é responsável por 47% do abastecimento da capital.

Em maio de 2014, o nível chegou a ficar abaixo de 10%, quando a Sabesp utilizou a reserva técnica de água (chamada volume morto) para abastecimento.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nacional

Armado com uma espada, homem invade hospital e ataca segurança; assista

Apesar do ataque, o segurança não ficou ferido e retirou o agressor da unidade médica

Cotidiano

Vacinação da gripe será antecipada para março

A estratégia costuma acontecer entre os meses de abril e maio, mas, neste ano, terá início no dia 25 de março, devido a uma "antecipação da circulação de vírus respiratórios"

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter