Após 4 meses, Pazuello é efetivado como ministro da Saúde

Eduardo Pazuello é o terceiro ministro da Saúde do governo Bolsonaro; cerimônia de posse aconteceu na tarde desta quarta-feira

Comentar
Compartilhar
16 SET 2020Por Da Reportagem19h30
O general Eduardo Pazuello tomou posse na tarde desta quarta-feira (16) como ministro da SaúdeFoto: Claudio Reis/FramePhoto/Folhapress

O general Eduardo Pazuello tomou posse na tarde desta quarta-feira (16) como ministro da Saúde, após quatro meses no cargo como interino. Pazuello é o terceiro ministro da Pasta do governo Bolsonaro.

A cerimônia ocorreu no Palácio do Planalto e teve a presença de presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), alguns ministros, além do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que assinou o termo de posse de Pazuello.

Em seu discurso, Pazuello se solidarizou com as famílias das vítimas da pandemia do novo coronavírus, lembrou dos profissionais de saúde e falou sobre a expectativa da vacina contra a Covid-19. Além disso, agradeceu a Bolsonaro pela efetivação no cargo de ministro.

Interino

Pazuello foi nomeado ministro interino da Saúde, após a saída de Nelson Teich. Antes de Teich, quem ocupava o cargo era Luiz Henrique Mandetta, ambos deixaram o ministério por causa de desentendimentos com Bolsonaro sobre o uso da cloroquina no tratamento da Covid-19 e sobre medidas de distanciamento social. À frente do Ministério da Saúde, Pazuello nomeou vários militares para sua equipe, liberou o uso da cloroquina nos casos leves de Covid-19 e mudou a maneira de divulgar os casos e mortes pela doença no País.