2,7 milhões podem sacar até R$ 500 do FGTS no Estado de São Paulo

Esses paulistas estão entre os 8,7 milhões de pessoas de todo o país nascidos em junho e julho autorizadas a retirar até R$ 500 na nova etapa do calendário do Saque Imediato

Comentar
Compartilhar
22 NOV 2019Por Folhapress19h00
Dos 96 milhões de potenciais beneficiários, 46% já fizeram os saquesFoto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Aproximadamente 2,7 milhões de trabalhadores no estado de São Paulo podem sacar a partir desta sexta-feira (22) cerca de R$ 1,15 bilhão do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), segundo a Caixa Econômica Federal.

Esses paulistas estão entre os 8,7 milhões de pessoas de todo o país nascidos em junho e julho autorizadas a retirar até R$ 500 das suas contas no fundo na nova etapa do calendário do Saque Imediato, programa do governo para estimular a economia ao permitir retiradas de contas ativas e inativas do FGTS.

Entre 13 de setembro e 19 de novembro, cerca de 44 milhões de trabalhadores resgataram R$ 18,9 bilhões por meio do Saque Imediato do FGTS.

Dos 96 milhões de potenciais beneficiários, quase a metade (46%) já fizeram os saques. Esses trabalhadores já retiraram de suas contas cerca de R$ 18,8 bilhões, que equivalem a 47% dos R$ 40 bilhões que o programa pretende injetar na economia do país.

Em média, a Caixa tem liberado cerca de 650 mil pagamentos por dia em seus canais de atendimento.

COMO FAZER O SAQUE

• Com o cartão cidadão e a senha cidadão, os trabalhadores podem optar pelo saque nos terminais de autoatendimento, casas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui ou nas agências do banco.

• Para quem tem só a senha cidadão, o saque pode ser realizado nos terminais de autoatendimento da Caixa ou nas casas lotéricas com a apresentação do documento de identidade.

• Quando o saldo das contas FGTS for de até R$100, o saque é realizado de forma simplificada nas casas lotéricas apenas com o número do NIS ou CPF e o documento de identidade.