X

Bertioga

Equoterapia de Bertioga recebe certificado de qualidade

O serviço recebeu esta semana o certificado de filiação à Associação Nacional de Equoterapia - ANDE BRASIL.

Da Reportagem

Publicado em 16/06/2019 às 10:29

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O reconhecimento atesta que o serviço tem todas as condições técnicas e administrativas. / DIEGO BACHIÉGA/PREFEITURA DE BERTIOGA

O "Centro de Equoterapia Amor em Movimento", localizado no Bairro Chácaras, em Bertioga, comemora mais uma conquista. O serviço recebeu na última semana o certificado de filiação à Associação Nacional de Equoterapia - ANDE BRASIL. O reconhecimento atesta que o serviço tem todas as condições técnicas e administrativas para atendimento equoterápico de qualidade.

"Já temos o maior reconhecimento, que é o das mães e pais de crianças especiais, que estão contentes com a Equoterapia e com os benefícios que o serviço traz a seus filhos. O certificado nos dá orgulho e é mais uma prova que estamos no caminho certo", diz a diretora de Acessibilidade e Inclusão da Prefeitura, Fabiana Bonifácio.

A nova Equoterapia de Bertioga foi inaugurada em maio de 2018, dentro da Vila do Bem, no Bairro Chácaras. Neste primeiro ano de funcionamento, realizou cerca de 7 mil atendimentos. É um importante equipamento público esperado pela população há anos para o tratamento das crianças e jovens com necessidades específicas.

A terapia com cavalos estimula o desenvolvimento da mente e do corpo, auxiliando no tratamento de pessoas com deficiência física ou intelectual, como Síndrome de Down, paralisia cerebral, deficiências múltiplas e autismo.

Uma curiosidade é que quase não há faltas dos atendidos na terapia. É o caso da mãe Rosilene Souza e sua filha, Adrieli. "Ela gosta muito de vir. Faça chuva ou faça sol ela tem que vir. O atendimento da equipe é muito bom".

O Centro oferece tratamento nas áreas de fisioterapia (melhorando equilíbrio, percepção e a parte motora), psicologia (afetividade e sociabilidade) e equitação terapêutica (parte lúdica). As crianças são encaminhadas ao serviço através do Núcleo de Apoio à Criança Especial (Nace), a partir de diagnóstico de neuropediatra e ortopedista.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Mau presságio? Branqueamento de corais pode ser sinal da morte dos oceanos; entenda

Estruturas são a base do Oceano

Nacional

Não perca as contas: você sabe quantas vezes o cantor Fábio Jr. se casou?

A lista é bem extensa e pode confundir os fãs

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter