Entrada da Riviera de São Lourenço tem congestionamento antes do feriadão

Filas se formaram entre as 18h e 20h na portaria do bairro na véspera do Dia do Trabalho

Comentar
Compartilhar
01 MAI 2020Por Folhapress13h18
Entrada da Riviera de São Lourenço, em Bertioga, registrou congestionamentoFoto: REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Um congestionamento na entrada da Riviera de São Lourenço, em Bertioga, marcou a véspera de feriado de Dia do Trabalho na noite desta quinta-feira (30).

Filas se formaram entre as 18h e 20h na portaria do bairro, no qual muitos paulistanos possuem casas de veraneio.

De acordo com a prefeitura de Bertioga, o congestionamento se deve justamente pelo controle de acesso feito na entrada do bairro. Em nota, a prefeitura disse que intensificou a fiscalização do controle de acesso de veículos ao município a partir desta sexta-feira (1), feriado do Dia do Trabalho.

O município acrescentou que, durante o período de pandemia, a entrada na cidade é priorizada aos moradores, profissionais da área pública, transporte de cargas e trabalhadores de serviços essenciais.

A prefeitura afirmou que também fiscaliza a circulação, o estacionamento na orla da praia e a aglomeração de pessoas em rios e cachoeiras, proibidas durante a quarentena.

No caso das praias, está permitida apenas a prática de esportes individuais, de segunda a quinta, das 6h às 18h, para priorizar os moradores.

A região da Baixada Santista é uma das mais afetadas pela doença no estado, com cerca de 1,5 mil casos de infectados confirmados e 112 mortes até esta quinta.
O município de Bertioga tem sete casos, com um óbito. 

A cidade possui dez leitos de UTI, sendo que dois deles estavam sendo utilizados no começo da semana. Porém, na média de toda a Baixada, 80% dos leitos de UTI estão ocupados.