Começam os cursos de padaria artesanal do Fundo Social de Solidariedade

Pela primeira vez a atividade aconteceu no Espaço Cidadão de Boracéia, com uma turma de 20 alunos

Comentar
Compartilhar
20 MAR 2018Por Da Reportagem09h52
Pela primeira vez a atividade aconteceu no Espaço Cidadão de Boracéia, com uma turma de 20 alunosPela primeira vez a atividade aconteceu no Espaço Cidadão de Boracéia, com uma turma de 20 alunosFoto: Divulgação/Diego Bachiéga

A primeira turma teve aula inaugural nesta segunda (19), em Boracéia, bairro que recebe a atividade pela primeira vez.

Começou na tarde desta segunda (19), o curso de padaria artesanal oferecido pelo Fundo Social de Solidariedade (FSS) de Bertioga. Pela primeira vez a atividade aconteceu no Espaço Cidadão de Boracéia, com uma turma de 20 alunos. Ao todo, são oferecidas 70 vagas, no bairro da região norte e no Centro. A intenção é certificar cerca de 300 pessoas no decorrer do ano.

A aula inaugural orientou os participantes sobre a manipulação dos alimentos, dicas de higiene e sobre como calcular o preço de venda dos produtos. Na semana que vem, iniciam as aulas práticas, que seguem até a certificação. O curso tem previsão de duração de um mês e meio.

A considerar pela primeira aula, Ana Paula Silva Santos acredita que vai aprender muita coisa, e destacou a importância do curso no bairro. "Acho excelente, porque muita gente não pode pagar, e é mais perto de casa. Gastronomia já é uma coisa que eu gosto, que faz parte da minha vida. A minha expectativa é aumentar a minha renda, já que sou só eu e meus filhos. Acho que vai ajudar bastante".

A próxima turma de Boracéia, de mais 20 alunos, terá aula na quarta, das 13h30 às 16h30. No centro, as atividades acontecem no FSS, sendo duas turmas de 16 alunos, que iniciam no dia 6 de abril; uma das 8 às 12 horas, e outra das 13h30 às 17 horas.

Para a presidente do FSS de Bertioga, Vanessa Matheus, o que se destaca na atividade é a possibilidade de gerar renda em casa, sobretudo para os mais carentes. "Estamos felizes em realizar o curso em Boracéia, descentralizando o serviço e levando a oportunidade a quem não pode ir ao Centro. Temos previsão de levar o curso para a Vila do Bem, no Bairro Chácaras".

O curso é uma parceria entre os fundos sociais de solidariedade de Bertioga e do Estado de São Paulo e é destinado às pessoas com mais de 16 anos, não sendo exigida escolaridade mínima, qualificando e capacitando profissionais agentes multiplicadores na produção de dez tipos de pães, feitos com vegetais e frutas. As inscrições para as próximas turmas serão divulgadas posteriormente.