Bertioga: Serviços públicos de saúde retornaram nesta segunda-feira

Continuam suspensas as visitas hospitalares, sendo permitido apenas acompanhante, nos casos permitidos por lei e desde que não esteja inserido nos grupos de risco

Comentar
Compartilhar
26 ABR 2021Por Da Reportagem14h20
A Farmácia Municipal e as farmácias das UBSs e USFs funcionarão normalmente, sendo mantidas as entregas de medicamentos em todas as unidades de dispensaçãoA Farmácia Municipal e as farmácias das UBSs e USFs funcionarão normalmente, sendo mantidas as entregas de medicamentos em todas as unidades de dispensaçãoFoto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Bertioga

Com a flexibilização da Fase de Transição do Plano SP contra a Covid-19, os serviços públicos municipais de saúde  suspensos durante os períodos mais restritivos voltaram a funcionar nesta segunda-feira (25), respeitando as medidas sanitárias e com cuidados necessários para cada unidade.

Retornaram com 50% da capacidade executada antes do início da pandemia os atendimentos no Ceme (Centro de Especialidades Médicas) e os serviços que estão sendo prestados no local; as cirurgias eletivas; o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses); o e Nace (Núcleo de Apoio à Criança Especial) e a Equoterapia.

O SADT (Serviço de Apoio e Diagnóstico Terapêutico) –  que consiste em exames laboratoriais, de imagens e específicos, também volta a funcionar com 50% de ocupação, exceto em casos relacionados à oncologia, quando houver exigência médica, endoscopia e colonoscopia, em casos de emergência.

As UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e a USF Boracéia (Unidade Saúde da Família) e as atividades ambulatoriais da saúde bucal realizadas nas UBSs retomam os atendimentos com 30% do quantitativo. O CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento) permanecerá funcionando normalmente.

A Farmácia Municipal e as farmácias das UBSs e USFs funcionarão normalmente, sendo mantidas as entregas de medicamentos em todas as unidades de dispensação. As Medicações de alto custo, considerando ser tratamento prolongado, serão validadas com a última receita médica, enquanto perdurar a situação de emergência. As medicações comuns, de uso contínuo, serão revalidadas sem necessidade de nova realização de consulta, por tempo indeterminado.

Continuam suspensas as visitas hospitalares, sendo permitido apenas acompanhante, nos casos permitidos por lei e desde que não esteja inserido nos grupos de risco; os atendimentos do serviço de equoterapia; todas as atividades em grupo e trabalhos voluntários; o uso da brinquedoteca do Hospital Municipal; os programas de capacitação ambulatorial e hospitalar e os serviços de castração no Castramóvel.