X

Automotor

Variante S da Nissan Frontier chega ao Brasil

A Nissan completa a gama da picape média Frontier no Brasil com uma nova versão de entrada

Daniel Dias, da AutoMotrix

Publicado em 17/07/2022 às 10:05

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A configuração S já está nas concessionárias, com preço sugerido de R$ 238.290 / Divulgação

O mercado brasileiro acaba de ganhar uma nova versão de entrada da picape média Nissan Frontier. A marca japonesa já está disponibilizando a variante S no Brasil, equipada com o motor 2.3 biturbo de 16V a diesel, como nas outras versões, todas importadas de Córdoba, na Argentina. A decisão de disponibilizar o biturbo também na versão S, diferentemente do que acontecia na geração anterior, foi tomada pela fabricante para padronizar a oferta da linha e melhorar o desempenho e o consumo da opção de entrada da Frontier, única equipada com câmbio manual de 6 marchas. Com vocação para o trabalho, a Frontier S tem os dois turbos com calibragem diferente da oferecida nas outras variantes da família. Assim, entrega 163 cavalos de potência a 3.750 rotações por minuto e 43,3 kgfm de torque de 1.500 a 2.500 rpm. As outras versões da picape média têm 190 cavalos de potência. O ganho da S está no consumo de combustível, até 5% mais econômico.

A configuração S já está nas concessionárias, com preço sugerido de R$ 238.290. A nova versão se soma à SE (R$ 264.190), à Attack (R$ 268.990), à XE (R$ 284.590), à Platinum e à Pro4X (ambas a R$ 320.190). Surgida em 1997, a Frontier sempre teve um desempenho de vendas meio “errante” no mercado brasileiro. Este ano, de janeiro a junho, a picape da Nissan teve 3.999 unidades emplacadas, com média mensal de 665 exemplares, ficando atrás da Toyota Hilux (21.546), da Chevrolet S10 (13.976), da Mitsubishi L200 Triton (7.242) e da Ford Ranger (6.671). Em 2021, a Frontier vendeu um total de 11.816 unidades, com média mensal de 985, enquanto a Hilux emplacou 45.893 picapes, a S10, 35.045, a Ranger, 20.499 e a L200 Triton, 13.157.

A variante S não conta com um painel de instrumentos com tela em TFT de alta resolução com informações e configurações do veículo,  apenas com um rádio comum com Bluetooth
A variante S não conta com um painel de instrumentos com tela em TFT de alta resolução com informações e configurações do veículo,  apenas com um rádio comum com Bluetooth (Divulgação) 

Apesar de ser de entrada, a Frontier S vem equipada de fábrica com itens como seis airbags, ar-condicionado, vidros e retrovisores elétricos, bloqueio de diferencial mecânico, controles automáticos de descida e de tração e estabilidade (VDC – Vehicle Dynamic Control) e sistema de auxílio de partida em rampa. A recentemente renovada picape tem um desenho que mistura estilo robusto, elegante e imponente, seguindo o conceito global “Nissan Emotional Geometry Design”. A grade e os faróis em forma de “C” são quase um cartão de visita da picape da Nissan. A grade tem um estilo interligado de design – recurso exclusivo adotado pela marca oriental para seus utilitários –, que cria uma frente robusta. Na parte traseira, o desenho das lanternas garante a sofisticação do novo design.

A caçamba da nova Frontier S mantém o estilo e as funcionalidades das demais versões, apresentando uma boa combinação de carga útil e volume. Para isso, o compartimento tem uma altura maior em relação à da geração anterior – 2,5 centímetros perto da cabine e até cinco centímetros nas laterais perto da tampa – podendo receber até 1.054 litros de carga. A capacidade total chega a 1.043 quilos. Para mais conforto na hora de o motorista utilizar a caçamba, o para-choque traseiro tem um degrau que facilita o acesso e o uso do compartimento de carga, afinal, a variante tem como principal vocação o trabalho.

A caçamba da nova Frontier S mantém o estilo e as funcionalidades das demais versões, apresentando uma boa combinação de carga útil e volume
A caçamba da nova Frontier S mantém o estilo e as funcionalidades das demais versões, apresentando uma boa combinação de carga útil e volume (Divulgação)

Ser prática e confortável, apesar de despojada, também é o foco da cabine da nova versão da picape média japonesa. Cada configuração da Frontier tem seu acabamento diferente, incluindo materiais e texturas para os bancos que, na dianteira, segue a tradição da Nissan de serem “Gravidade Zero”. A forma única e a estrutura patenteada pela Nissan resultam em um suporte contínuo do quadril até os ombros, fazendo com que a coluna do motorista e do passageiro da frente se mantenha em boas condições, como acontece nos ambientes sem gravidade. Eles são produzidos tendo como base tecnologia desenvolvida pela NASA para eliminar a fadiga e melhorar o conforto. Por outro lado, a variante S não conta com o painel de instrumentos com tela em TFT de 7 polegadas de alta resolução com informações e configurações do veículo como nas outras versões da picape. No lugar da multimídia, que já se tornou “lugar comum” em qualquer modelo minimamente sofisticado atualmente, a Frontier S tem um rádio comum – com Bluetooth, é verdade –, mas como os mais antigos.

A Frontier S mantém as características de sua linhagem e apresenta uma boa capacidade off-road, com tração integral, ângulos de ataque e de saída de 31,6 graus e de 25,7 graus, respectivamente, e 25,2 centímetros de vão livre em relação ao solo. A suspensão foi refinada com a adoção de novos ajustes dos amortecedores. O conjunto traseiro mantém o sistema multilink e molas helicoidais (única no segmento), que trabalha em conjunto com um eixo rígido. Essa solução oferece um balanço equilibrado entre o conforto no passeio e alta estabilidade, sem abrir mão das capacidades no fora-de-estrada e no transporte de cargas. Já a suspensão dianteira de arquitetura com braço duplo assistido por barra estabilizadora privilegia o conforto e a segurança. Em todas as versões da Frontier, o sistema de freios tem disco nas quatro rodas, que são de ferro na S.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Santos

Praiamar Shopping recebe exposição de carros antigos

Chamada 'Carona para o Passado', mostra terá 16 veículos consagrados da Volkswagen expostos na Praça Central do mall a partir da próxima quinta-feira (18)

COTIDIANO

SLT libera gaveta central da travessia Santos/Guarujá

A modernização da gaveta central do Guarujá teve investimento do Departamento Hidroviário de R$ 3,5 milhões, com potencial para beneficiar mais de 30 mil pessoas que utilizam o serviço diariamente, em média

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software