X
Automotor

Peugeot 3008 GT quer ser expressão de requinte da marca

Importado da França, o utilitário esportivo médio 3008 GT sintetiza o design contemporâneo da Peugeot

A versão GT do 3008 incorpora tecnologias semi-autônomas que oferecem auxílio à condução / Luiza Kreitlon/AutoMotrix

O lançamento nacional da linha 2022 do Peugeot 3008, em junho deste ano, apresentou mais que as atualizações recentes de design do utilitário esportivo médio produzido na fábrica francesa de Sochaux. Além de incorporar a nova identidade visual da fabricante do Leão – apresentada no novo 208 e marcada pelas luzes diurnas que lembram “dentes de sabre”, conjugadas aos faróis –, o novo 3008 apresentou a inédita versão esportiva GT. O 3008 GT tomou da função Griffe a função de ser a máxima expressão do requinte do SUV médio da marca francesa pertencente ao Grupo Stellantis. Para cumprir tal missão, a versão GT do 3008 incorpora ainda tecnologias semi-autônomas que oferecem auxílio à condução, um novo e vistoso multimídia com tela sensível ao toque de 10 polegadas e a versão 2.0 do já conhecido i-Cockpit, caracterizado pelo volante de pequenas dimensões e instrumentos posicionados acima dele.

Com seus 4,44 metros de comprimento, 2,04 metros de largura (com os retrovisores), 1,62 metro de altura e 2,67 metros de distância de entre-eixos, o 3008 ostenta dimensões próximas às do Jeep Compass – que desde o seu lançamento, em 2016, lidera as vendas nacionais de SUVs médios. A dianteira reflete bem os atuais códigos estéticos da fabricante francesa e a grade frameless, sem moldura, aumenta a percepção de volume. A versão GT oferece o acabamento denominado “Dark Pack”, que troca os cromados da versão Griffe por revestimentos escurecidos na grade, no logo do leão e do modelo, no arremate lateral dos faróis, nos frisos do rack e na barra no para-choque traseiro. Os faróis da versão GT contam com tecnologia Full-LED, com um prolongamento das luzes de circulação diurna (DRL) na forma de “presas” e com a extremidade cromada, estendendo a assinatura luminosa. Atrás, as lanternas também são Full-LED e exibem um desenho que o marketing da Peugeot chama de “garras de leão” em 3D. As setas de direção se acendem de forma sequencial e as lanternas recebem uma moldura em black piano, que se prolonga por toda a largura da tampa do porta-malas. Os emblemas “GT” nos para-lamas dianteiros e na tampa do porta-malas identificam a configuração mais esportiva.

Em termos de motorização, a linha 2022 do 3008 manteve o 1.6 THP a gasolina, de uma família de motores desenvolvida em parceria com a BMW. Com seus 165 cavalos a 6 mil rotações por minuto e torque de 24,5 kgfm disponíveis a apenas 1.400 rpm, trabalha conjugado a uma transmissão automática de 6 marchas. Segundo a Peugeot, o “powertrain” tem pressão de turbo controlada eletronicamente e oferece torque em alta faixa de rotação e consumo contido, graças ao uso da eletrônica e ao baixo atrito interno das peças móveis. Com isso, o 3008 têm capacidade de acelerar de zero a 100 km/h em 8,9 segundos e chegar à máxima de 206 km/h. O câmbio automático permite que as trocas possam ser feitas pelo motorista por meio de “paddles shifts” localizados atrás do volante, que tem base e topo achatados. O câmbio tem tecnologia Quickshift, que ajuda a proporcionar mudanças mais rápidas. São três modos de condução – “Normal”, “Eco” e “Esportivo” – possibilitando que o motorista opte entre priorizar o conforto, a economia ou a esportividade.

O sistema de auxílio à condução Peugeot Driver Assist Plus é um dos destaques do 3008 GT. Ele conjuga o piloto automático adaptativo e inteligente com stop&go, que para o 3008 quando o carro à frente freia e o reacelera três segundos após o outro veículo voltar a andar. O sistema também agrega o alerta de permanência em faixa e o Active Safety Brake – frenagem automática de emergência que opera de 5 a 140 km/h, detectando carros e pedestres, com alerta de risco de colisão. O leitor de novas sinalizações de velocidade conta com reconhecimento ampliado das placas de trânsito. E o Peugeot Driver Assist Plus (sem este ‘ainda’) é complementado por câmeras dianteira e traseira em 360 graus, o Peugeot Park Assist – que procura vagas e estaciona o carro sozinho em espaços paralelos ou transversais –, o alerta de atenção do condutor, a assistência de farol alto e o sistema ativo de vigilância de ponto cego. A abertura do porta-malas sem o uso das mãos – pode ser feita por um simples toque da ponta do pé na parte de baixo do para-choque – e o teto solar panorâmico são itens de série.

Com a média de 61 unidades mensais emplacadas em 2021, o 3008 está muito longe da briga pela liderança do segmento de SUVs médios, no qual o Jeep Compass consegue quase 5.900 emplacamentos mensais, seguido de longe por Toyota Corolla Cross (média de 3.745 unidades mensais desde o lançamento, em março) e Caoa Chery Tiggo 8 (821 unidades mensais). Mas a marca Peugeot vive uma fase de crescimento, depois de muitos anos de retração no mercado brasileiro. Registrou 3 mil emplacamentos em outubro, seu maior volume mensal dos últimos nove anos. De janeiro a outubro, a marca francesa emplacou 23 mil unidades, uma evolução de 147% com relação ao mesmo período de 2020.

Experiência a bordo

Conectividade com estilo

O estilo é um destaque dos produtos recentes da Peugeot, e o interior do 3008 GT não fica atrás no quesito. Chama a atenção o volante pequeno característico do i-Cockpit, lançado pela Peugeot em 2012, que incorpora controles para o som e para o comando de voz. O volante de diâmetro menor proporciona um acesso visual ideal ao quadro de instrumentos. Teclas no console central dão um simpático toque “vintage” ao estilo predominantemente futurista. Os acabamentos são bem cuidados e combinam elegantemente painéis em preto brilhoso com alumínio e bancos em Alcântara – uma composição de microfibras de poliéster e poliuretano que oferece uma superfície aveludada. Os bancos dianteiros têm ajustes elétricos e massageadores. O ar-condicionado automático é bi-zone, e a versão “top” do SUV da Peugeot é equipada com o sistema Hi-fi premium de 515 Watts da marca francesa Focal.

Os smartphones se integram bem ao 3008. As informações são exibidas na central multimídia com tela de 10 polegadas sensível ao toque graças à compatibilidade com o sistema MirrorScreen, que inclui o espelhamento com Apple CarPlay e Android Auto. Para a recarga dos aparelhos, na parte dianteira do console central, há a tecnologia de recarga sem fio, por indução, e entrada USB. Na traseira, duas novas portas USB complementam as possibilidades de recarga. O 3008 está equipado para oferecer acesso à Cart, plataforma de e-commerce da Stellantis lançada em abril deste ano, na apresentação da linha 2022 da picape Fiat Toro. Um aplicativo para pagamentos online compatível com a central multimídia do carro torna possível adquirir serviços de alimentação, estacionamento, pedágio e abastecimento.

Impressões ao dirigir

Interatividade envolvente

O motor do 3008 continua a ser o 1.6 turbo a gasolina da linha THP, projetado em parceria com a BMW, com 165 cavalos de potência máxima e 24,5 kgfm de torque desde 1.400 rpm. Era uma referência de desempenho quando chegou aos veículos da Peugeot, há dez anos. Com o tempo, perdeu o velho status – mas não perdeu a eficiência. Dinamicamente, o 3008 GT oferece um desempenho consistente, sem qualquer sensação de carência de força. O câmbio automático de 6 velocidades cumpre bem sua função e ajuda a entregar mais performance quando o motorista acelera. O modo “Sport” faz com que as marchas sejam trocadas com o giro um pouco mais elevado, aumentando a percepção de esportividade. A direção conta com assistência elétrica progressiva e é bastante funcional.

Nos trechos sinuosos percorridos em velocidades elevadas, o 3008 foi convincente. Os vários controles dinâmicos e até tecnologias semi-autônomas reforçam a segurança e o conforto de quem dirige. O Sistema de Correção e Alerta de Permanência em Faixa reconhece as linhas da estrada e alerta o motorista caso ele saia de sua pista involuntariamente. O Leitor de Sinalização de Velocidade informa a máxima permitida na via e o motorista pode decidir se quer ou não se adaptar ao limite permitido. Graças ao Piloto Automático Inteligente, o SUV regula sua velocidade para evitar riscos de colisão. Assistência de farol alto, sistema de câmeras 360 graus ao redor do carro, sensores de estacionamento e detector de fadiga também facilitam a vida do motorista. Nas frenagens vigorosas, o 3008 se mantém sempre bem equilibrado.

Ficha Técnica

Peugeot 3008 GT

Motor: 1.6 THP (turbo), 16V, quatro cilindros, injeção direta

Potência: 165 cavalos a 6 mil rpm

Torque: 24,5 kgfm a 1.400 rpm

Transmissão: automática de 6 marchas

Combustível: gasolina

Direção: elétrica progressiva

Dimensões: 4,44 metros de comprimento, 1,84 metro de largura, 1,62 metro de altura, 2,67 metros de entre-eixos

Peso: 1.567 quilos

Porta-malas: 512 litros

Tanque de combustível: 53 litros

Freios: ABS com discos ventilados na frente e discos sólidos na traseira

Suspensões: dianteira rodas independentes, pseudo-MacPherson, barra estabilizadora, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos pressurizados, traseira rodas semi-independentes, barra de dois braços deformável, barra estabilizadora, molas helicoidais e amortecedores hidráulicos

Rodas: 19 polegadas

Pneus: 235/50 R19

Preço sugerido: R$ 271.690 na cor Preto Perla Nera. As cores Cinza Platinum e Azul Vertigo acrescentam R$ 1.890 e as Vermelho Ultimate e Branco Nacré (a do modelo testado) somam R$ 2.790 ao preço. Não são oferecidos opcionais para a versão. As diferentes tributações estaduais podem gerar variações nos preços

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esportes

Athletico empata com Palmeiras, escapa de queda e se concentra na Copa do Brasil

O Furacão teve mais trabalho do que esperava nesta segunda (6), mas conseguiu diante dos reservas do Palmeiras um empate que o livra do risco de ser rebaixado no Campeonato Brasileiro.

Esportes

São Paulo, enfim, está livre do risco de rebaixamento à segunda divisão

Com 48 pontos, a equipe não pode mais ser alcançada pelos adversários que estão na zona da degola

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software