X
Automotor

Novo Mitsubishi Outlander chega redesenhado e com nova tecnologia

A Mitsubishi apresenta o novo Outlander PHEV, que deve chegar ao Brasil em 2022

Para aumentar seu apelo como um veículo elétrico, a Mitsubishi atualizou os componentes do Outlander, estendeu sua gama de condução e aprimorou a aceleração / Divulgação

A Mitsubishi acaba de revelar mundialmente a nova geração do Outlander. Totalmente redesenhado e com tecnologia híbrida plug-in (PHEV), o renovado crossover estará à venda no mercado japonês a partir de 16 de dezembro, em seguida, na Austrália e Nova Zelândia e deve desembarcar no Brasil no próximo ano. Lançado no Salão de Detroit de 2001, com o nome de Airtrek e tendo como base o ASX, o Outlander já teve três gerações e vendeu mais de 290 mil unidades globalmente. A geração anterior continua sendo produzida pela HPE Automotores, representante oficial da Mitsubishi Motor Company no Brasil, em sua fábrica na cidade goiana de Catalão, em versões com motores a gasolina e a diesel. Na apresentação internacional do novo Outlander, o destaque foi a versão híbrida plug-in PHEV, que reúne a experiência em eletrificação da fabricante japonesa com as tecnologias de tração integral desenvolvidas pela marca, incorporando ao mesmo tempo uma plataforma recém-desenvolvida e uma série de tecnologias avançadas. “Com baixas emissões de CO2 e impacto ambiental, o novo Outlander PHEV pode ser considerado a melhor solução para a neutralidade de carbono atualmente. Com nossa tecnologia de eletrificação que oferece um passeio estimulante e ecológico, além de tecnologia de controle em todas as rodas para segurança e paz de espírito em qualquer tipo de clima e condições da estrada, estamos confiantes de que o novo Outlander pode tornar a direção ainda mais agradável e gratificante”, desafiou Takao Kato, CEO e presidente da Mitsubishi Motor Company.

Para aumentar seu apelo como um veículo elétrico, a Mitsubishi atualizou os componentes do Outlander, estendeu sua gama de condução e aprimorou a aceleração. Com um aumento de cerca de 40% de potência nos motores dianteiros e traseiros e bateria de acionamento, o novo modelo pode rodar inteiramente no modo elétrico por 87 quilômetros (ciclo WLTC), mesmo usando funções de conforto livremente, como ao ar-condicionado, ao mesmo tempo em que ajuda a reduzir a frequência de carregamento. Um aumento na capacidade do tanque de gasolina também expandiu o alcance total. O P510e PHEV entregará 510 cavalos, enquanto o P440e, 440 cavalos. As opções básicas terão o 3.0 com um sistema híbrido leve de 48V, nas versões de 360 e 400 cavalos. Em alguns mercados, como o dos Estados Unidos, tem uma versão “comum”, somente a combustão, a 4.4 V8, de 523 cavalos.

O painel de instrumentos esculpido horizontalmente facilita a compreensão da posição do carro durante a condução. O console central foi desenvolvido para oferecer uma classe premium

Com base em um bimotor 4WD de alto rendimento, a Mitsubishi mudou para uma bateria de acionamento de grande capacidade com um total de 20 kWh, aumentando, assim, a autonomia. A unidade de propulsão dianteira, a tradicional, foi recentemente equipada com uma função que faz crescer o torque, aumentando o fornecimento de tensão para esse motor, com a consequente redução do consumo de eletricidade. A unificação do motor traseiro com a unidade de controle também garantiu espaço suficiente para instalar uma terceira fileira de assentos no veículo, permitindo um layout interno para sete pessoas. O modo de operação do pedal inteligente recém-adicionado torna possível acelerar e frear apenas controlando a pressão sobre o pedal da direita. Ele sozinho pode exercer a força de frenagem adequada sem a necessidade de mudar para o pedal de freio tradicional. Com isso, o motorista pode se concentrar na direção e ter mais segurança em superfícies escorregadias.

O novo Outlander PHEV aproveita a alta resposta característica dos motores elétricos e a grande precisão e liberdade no controle dos propulsores dianteiros e traseiros, com o sistema distribuindo de forma equalizada a força motriz entre as rodas de acordo com as condições da estrada. Combinar isso com o S-AWC (Super-All Wheel Control) aumenta a capacidade de manobra do veículo em todas as situações - dirigir, fazer curvas e frear. Os modelos convencionais usam um sistema de frenagem para controlar as forças nas rodas da frente. O S-AWC, por outro lado, adiciona um sistema de controle de frenagem específico às rodas de trás.

O Mitsubishi Outlander PHEV tem sete modos de direção, podendo ser selecionados dependendo das condições da estrada e do clima. O “Normal”, o modo padrão, é indicado para ser utilizado em estradas comuns, pavimentadas. O “Tarmac” confere resposta de aceleração rápida e desempenho em curvas com contorno mais veloz em superfícies secas. O “Cascalho” fornece operabilidade equilibrada e capacidade de manuseio em estradas de chão batido e de más condições ou molhadas, enquanto o “Neve” oferece comportamento estável do veículo com bastante neve ou em rodovias escorregadias. O “Lama” ajuda a corrigir um deslizamento do pneu de acordo com a velocidade do veículo para melhor manuseio em pisos lamacentos, fornecendo melhor capacidade de escapar de atoleiros. Há ainda o modo “Power”, que oferece aceleração plena, e o “Eco” - prioriza uma direção econômica e ecologicamente correta.

Com um aumento de cerca de 40% de potência nos motores dianteiros e traseiros e bateria de acionamento, o novo modelo pode rodar inteiramente no modo elétrico por 87 quilômetros

De acordo com a Mitsubishi, a nova plataforma Rise (Reinforced Impact Safety Evolution) com estrutura altamente rígida da carroceria e do chassi do Outlander tem um alto nível de segurança e estabilidade, com aumento de rigidez torcional. A MMC usou também um método de estampagem a quente com chapas de aço de ultra-alta resistência. Incorporadas ao redor do compartimento de passageiros, essas placas conferem ao interior da cabine grande rigidez e baixa capacidade de deformação. O novo crossover tem uma série de tecnologias de segurança ativa, que detectam riscos de colisão por meio de vários sensores. Está equipado ainda com o Mi-Pilot, de manutenção de faixa de rodagem, o Adaptive Cruise Control (ACC) e o Lane Keep Assist, para ajudar o condutor a manter a distância entre os veículos enquanto se mantém no centro da pista.

O Mitsubishi Connect confere mais proteção, segurança e conforto ao volante. O usuário pode acessar a assistência de emergência, verificar a distância percorrida, o estado da bateria, definir tempos de carregamento e alertas para encontrar o veículo dentro dos grandes estacionamentos de shoppings centers. O painel de instrumentos esculpido horizontalmente facilita a compreensão da posição do carro durante a condução. O console central foi desenvolvido para oferecer uma classe premium. Um acolchoado macio de textura fina e agradável ao toque domina toda a parte interna da cabine do Outlander. Com base na abordagem Mitsubishi Touch, os monitores e medidores se localizam para serem de fácil visualização para o motorista.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esportes

João Paulo para Gabriel, Santos bate Flamengo no Maracanã e afasta o rebaixamento

Com o resultado, o Santos alcançou os 49 pontos, em 11º lugar, enquanto o Flamengo, vice-líder, permanece com 71 pontos

Praia Grande

Enviado à Câmara, programa Casa Legal deverá oferecer mais segurança habitacional a famílias

Projeto de Lei deve ser votado na próxima sessão e beneficiará cerca de 12 mil famílias

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software