X
Automotor

Conheça a Honda NT1100

A Honda lança na Europa a NT1100, a nova tourer derivada da CRF 1100 L Africa Twin

NT1100 parte da base da Africa Twin, com remodelações para que ofereça um comportamento mais adequado no asfalto / Divulgação

Há tempos se falava que a Honda lançaria uma moto estradeira derivada da nova CRF 1100L Africa Twin. Ela finalmente chegou. E seu nome é NT1100, criada para ser uma alternativa para os viajantes das estradas mais vigorosa em relação à NC 750X e mais acessível do que a parruda Gold Wing. O novo modelo parte da base da Africa Twin, com remodelações para que a NT1100 ofereça um comportamento mais adequado no asfalto. O motor permanece o mesmo da aventureira, de 1.084 cm³ com dois cilindros paralelos e que entrega potência de cem cavalos e 10,6 kgfm de torque. Também fica mantida a opção de transmissão manual e DCT (dupla embreagem) com 6 velocidades. O estilo da NT1100 traz linhas suaves e discretas e iluminação de leds completa. O para-brisa ajustável de cinco posições é curto e cobre a tela “touchscreen” de LCD com 6,5 polegadas. A estreia na Europa ocorre no primeiro trimestre de 2022. Ainda não há previsão para que a NT1100 seja vendida no Brasil.

O estilo da NT1100 traz linhas suaves e discretas e iluminação de leds completa. O para-brisa ajustável de cinco posições é curto e cobre a tela "touchscreen" de LCD com 6,5 polegadas

O chassi modificado e a altura do assento de 82 centímetros da NT1100 fica três centímetros abaixo dos 85 centímetros da CRF 1100L Africa Twin, em um e design GT confortável para duas pessoas. A suspensão dianteira conta com garfos Showa de 43 milímetros com deslocamento de 150 milímetros. Já a traseira repete a fórmula, mas incorpora um regulador de pré-carga. O ângulo de caster da nova toure é ligeiramente menor, de 26,5 graus, com um trail um pouco reduzido. O entre-eixos, com 1,53 metro, é quatro centímetros mais curto comparado aos 1,57 metro da CFR 1100 L. A NT1100 é uma moto mais pesada – são 238 quilos na versão manual e 248 quilos na DCT, cerca de 33 quilos a mais do que a Africa Twin – além de ter um centro de gravidade mais baixo para favorecer o comportamento nas estradas. Já os freios têm discos com as mesmas dimensões da Africa Twin, com 310 milímetros na frente e 256 milímetros atrás. São três opções de cores, cinza, branco e grafite. Além das malas laterais, a NT1100 dispõe de um depósito de combustível de 20 litros – o que, segundo a Honda, confere ao modelo uma autonomia de 400 quilômetros (modo WMTC). O descanso central facilita a manutenção da roda traseira. Opcionalmente, é possível incorporar um “bagagito” traseiro com capacidade de até 50 litros, que pode acomodar até seis quilos.

A traseira incorpora um regulador de pré-carga e possui descanso central que facilita a manutenção da roda traseira. Opcionalmente, é possível incorporar um "bagagito" traseiro com capacidade de até 50 litros, que pode acomodar até seis quilos

O multimídia de aspecto futurista funciona com conectividade Apple CarPlay, Android Auto e Bluetooth e contrasta com o velocímetro digital com estilo “vintage”. O modelo traz controle de torque (HSTC), Wheelie de três níveis e Throttle By Wire (TBW). São três modos de condução disponíveis: o “Tour” (mais alto nível de potência), o “Urban” (mais versátil), o “Rain” (com respostas suavizadas) e o opcional “User”, que permite dois padrões de personalização. Em Portugal, a NT1100 tem preço inicial de 14.100 euros na versão manual (cerca de R$ 93 mil) e 15.100 euros na versão DCT (R$ 99,5 mil).

O multimídia de aspecto futurista funciona com conectividade Apple CarPlay, Android Auto e Bluetooth e contrasta com o velocímetro digital com estilo "vintage"

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Turismo

Réveillon: para onde ainda é possível viajar e por quanto

Levantamento mostra quais destinos estão sendo mais buscados, para onde ainda é possível viajar e o preço médio

Esportes

João Paulo para Gabriel, Santos bate Flamengo no Maracanã e afasta o rebaixamento

Com o resultado, o Santos alcançou os 49 pontos, em 11º lugar, enquanto o Flamengo, vice-líder, permanece com 71 pontos

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software