Tenente Coimbra - Dia do Soldado homenageia guerreiros e guerreiras do nosso País

Dia é comemorado em 25 de agosto pois é a data de nascimento do patrono do Exército Brasileiro, Luiz Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias

Comentar
Compartilhar
25 AGO 2020Por Da Reportagem15h38
Foto: DIVULGAÇÃO

As instituições militares têm papel de grande importância na sociedade. Elas são as responsáveis por garantir os poderes constitucionais, zelar pela lei e ordem da nação, proteger a soberania nacional, além de cumprir com a sua missão de garantir a paz para todos. Contudo, nada disso seria possível se não existissem homens e mulheres que juraram lealdade a esta missão, dispostos a colocar a sua própria vida em risco, se for necessário. Estes são os soldados.

Hoje (25/8) é comemorado o Dia do Soldado. Sejam os guerreiros que utilizam o camuflado; o branco; o azul; o cinza bandeirante ou o preto. Atuando nas selvas, nos mares, no ar, nas cidades, combatendo o fogo ou até mesmo zelando pela segurança em presídios. Servindo às Forças Armadas ou às Forças de Segurança Pública estaduais e municipais, independentemente do posto de graduação, todos são soldados e lutam diariamente por um bem comum, a proteção do povo e o crescimento do Brasil.

Muito além de guerras e batalhas armadas, estes militares atuam diretamente para salvar vidas, manter a ordem, preservar a biodiversidade e até mesmo para garantir a saúde da população, como nesta situação em que vivemos, de pandemia.

O Dia do Soldado é comemorado em 25 de agosto pois é a data de nascimento do patrono do Exército Brasileiro, Luiz Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias. Ele é um símbolo de amor à pátria e liderou tropas durante diversas batalhas que consolidaram a independência do Brasil, não tendo perdido nenhuma. 

Por seu papel na defesa da união nacional, da ordem e da paz, recebeu o apelido de “pacificador”. Tendo também lutado na guerra da Tríplice Aliança, contra o Paraguai, Duque de Caxias é considerado um dos maiores capitães da história militar mundial.

A atuação das mulheres nas tropas também é celebrada nesta data. A primeira a servir ao país foi Maria Quitéria de Jesus. Fingindo ser homem para poder defender o seu país, ela entrou nas Forças Armadas e lutou contra os portugueses pela manutenção da independência do Brasil. Por sua habilidade e determinação, mesmo após ser descoberta, permaneceu como militar e se tornou a primeira soldado mulher do País.

Estes dois são apenas alguns dos personagens que marcaram suas histórias nas instituições militares que temos no Brasil. 

Com dedicação, civismo, o culto aos bons valores e aos símbolos nacionais, permaneceremos firmes na luta, buscando sempre o bem-estar da sociedade e o crescimento da nação. Meus parabéns a todos os guerreiros e guerreiras que diariamente permanecem honrando o País com a sua missão, sem abaixar a cabeça durante as dificuldades e que ajudam na construção de uma nação cada vez mais forte e segura.

Tenente Coimbra, deputado estadual