Entrada da Cidade

Baixada Santista vacina mais de 20 mil crianças em dia D

Um novo Dia D está agendado para o próximo dia 18 na região

Comentar
Compartilhar
07 AGO 2018Por Rafaella Martinez11h04
A população-alvo é de 90.824 crianças com idade entre um ano e cinco anos incompletos e a meta é vacinar pelo menos 95% desse públicoFoto: Divulgação/Ministério da Saúde

Mais de 21 mil crianças – o equivalente a cerca de 23% da meta da região – foram vacinadas no primeiro Dia D contra a paralisia infantil (poliomielite) e o sarampo.  Um novo Dia D está agendado para o próximo dia 18 na região. A população-alvo é de 90.824 crianças com idade entre um ano e cinco anos incompletos e a meta é vacinar pelo menos 95% desse público. Não podem ser vacinadas crianças imunodeprimidas, como aquelas submetidas a tratamento para leucemia e pacientes oncológicos.

A Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), informa que no último sábado foram aplicadas 3600 doses da vacina contra poliomielite e 3600 doses da vacina de SCR, que protege contra o sarampo, a caxumba e a rubéola. Neste primeiro Dia D, a Sesau atingiu cerca de 20% da meta estipulada para toda a campanha.

Já em Santos, o primeiro dia de vacinação  teve 2.692 crianças de um ano a menores de cinco anos imunizadas em Santos, com total de 5.384 doses aplicadas. A campanha segue até dia 31, de segunda a sexta-feira, em 17 ­policlínicas.

No Município, a meta é imunizar 16 mil crianças, mesmo aquelas que já tomaram as doses das vacinas anteriormente, ressalta a chefe do Departamento de Vigilância em Saúde de Santos, Ana Paula Valeiras. “É importante porque estamos prevenindo duas doenças que são altamente contagiosas e não queremos que elas cheguem em nossa Cidade. Também estamos atualizando a carteirinha de vacinação”.

A meta em Itanhaém é imunizar 5.388 crianças. No dia D foram aplicadas 1.025 doses contra poliomielite, que representa 19,55% de cobertura. Já contra sarampo foram 1.051, que representa 20,5%. A partir de amanhã, o Município estará vacinando as crianças em creches e escolas municipais mediante autorização dos pais.

Em Guarujá, o saldo foi de cerca de seis mil doses aplicadas nos 22 postos que estiveram disponíveis à população, entre unidades básicas (UBSs) e de saúde da família (­Usafas).

Contra a pólio foram imunizadas 2.920 crianças, ou seja, 16,98% de cobertura vacinal e contra o sarampo, o total de doses chegou a 2.895, com 16,84% de vacinados. Deste modo, o Município teve 5.815 doses aplicadas das vacinas. A meta do Município é de que sejam vacinadas 17.422 crianças, dentro desta faixa etária. A vacinação contra pólio e sarampo continua até 31 de agosto.

Segundo a enfermeira da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Guarujá, Ana Terezinha Lopes Plaça, é importante que os pais levem seus filhos para se vacinar. “A vacina é a melhor forma de prevenir contra as doenças, que podem levar a um quadro grave de internação ou até a morte”, alerta.

Com 1.466 crianças vacinadas, Cubatão registrou no primeiro Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo um índice de 20,72% da meta, que é imunizar 7.075 crianças. O objetivo equivale a 95% das 7.291 crianças dessa faixa etária residentes em Cubatão.

Durante a semana, a campanha será realizada em 14 postos. São eles as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) 31 de Março, Jardim Casqueiro, Jardim Nova Republica, Área 5 e Vila Nova; e as Unidades de Saúde da Família (USFs) Vale Verde, Ilha Caraguatá, Vila dos Pescadores, Vila São José, Cota 200, Cota 95, Morro do Índio, Pilões e Mário Covas. 

Outras cidades

A cidade de Mongaguá estima vacinar 2.692 crianças ao longo da campanha. No último sábado foram aplicadas 521 doses contra a poliomielite e 524 doses contra o sarampo. Com esses números, o município atingiu 19,25% de cobertura vacinal.

Em Bertioga, foram aplicadas 383 doses no Dia D da Campanha Nacional de Vacinação, sendo 10,91% da meta da vacinação contra Pólio, e 10,85% da SCR.

Já Peruíbe vacinou 646 crianças contra a poliomielite e 633 contra o sarampo. A campanha continua de segunda a sexta nas unidades na UBS Caraguava, UBS Parque do Trevo, UBS Veneza e na Casa da Mulher.

Novo Dia D

No próximo dia 18, também um sábado, haverá outro dia de mobilização na Baixada Santista. As cidades de Santos, Guarujá, Itanhaém e Cubatão já confirmaram a adesão. Nesta última, mais quatro unidades, além das listadas acima, irão participar. São elas as UBSs Vila Natal e CSU e as USFs Água Fria e Vila Esperança (CAIC). Nos dias D, as 18 unidades trabalharão das 8 às 17 horas e exclusivamente para a vacinação contra poliomielite e sarampo.

O posto volante volta a atuar no segundo dia na Pastoral da Criança da Vila Elizabeth, Associação dos Moradores da Pedreira e no  Posto Paulínea.

Colunas

Contraponto