Entrada da Cidade

Alimentos evitam herpes zoster nos olhos

Canseira dos preparativos de final e ano predispõe à doença. Conheça os alimentos que protegem os olhos fortalecendo sua imunidade.

Comentar
Compartilhar
01 JAN 2018Por Da Reportagem19h40
Alimentos evitam herpes zoster nos olhosFoto: Divulgação

Você já teve catapora? Se teve pode manifestar o herpes zoster nos olhos justamente nas festas de final de ano. De acordo com o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto o vírus varicela zoster fica encubado no organismo de quem teve catapora na infância e pode se manifestar  quando nos estressamos  ultrapassando nosso próprio limitem inclusive nos preparativos das festas

O médico afirma que além do estresse a reativação do vírus tem uma relação direta com o envelhecimento, estresse, queda da imunidade. fadiga e má alimentação. Embora possa aparecer em qualquer idade é mais comum após os 50 anos.

Sintomas e tratamento

O oftalmologista adverte que o vírus pode levar à perda da visão se atingir o nervo óptico. “Os sintomas do herpes zoster são pequenas bolhas bastante doloridas ao redor dos olhos, que seguem a direção do nervo e contém um líquido com o vírus. As pálpebras ficam inchadas e caídas. Pode ocorre conjuntivite, diminuição da sensibilidade, inflamação e afinamento da córnea, inflamação do corpo ciliar e da íris, parte colorida do olho” explica.. Para evitar sequelas visuais a principal recomendação do médico  é consultar um oftalmologista assim que aparecem os primeiros sintomas. "Pessoas medicadas em até 48 horas após o aparecimento têm boa recuperação visual" comenta. O tratamento é feito com antivirais, analgésico e compressas frias de 5 a 12 dias, conforme a gravidade de cada caso. Segundo Queiroz Neto, ao contrário do herpes simples que tem recidivas periodicamente, o zoster não volta a aparecer. "Quando as bolhas secam  é sinal de que o vírus foi eliminado" explica.

Dicas de recuperação

 O especialista afirma que as principais recomendações para agilizar a recuperação  são:

·         Lavar as mãos sempre que tocar a área afetada.

·         Aplicar compressas de gaze embebida em água fria reduz o desconforto.

·         Não compartilhar toalhas e fronhas.

·         Evitar coçar os olhos.

·         Consultar um oftalmologista aos primeiros sintomas

Prevenção

De acordo com Queiroz Neto consumir alimentos que fortalecem a imunidade são a primeira linha de prevenção contra o herpes zoster.

Os principais elencados pelo médico são:

·         Iogurte que contém probióticos essenciais para o sistema imunológico.

·         Ostras que são ricas em zinco, elemento essencial para a saúde da retina, além de atuar na reconstrução dos tecidos.

·         Salmão que tem ação anti-inflamatória, regula a produção lacrimal e das células imunológicas

·         Tomate e morango que contêm licopeno e vitamina A antioxidantes capazes de proteger o sistema imunológico, combatem a catarata e a degeneração macular.

·         Carne, peixes, ovos, leite e queijo por conterem lisina, elemento que funciona como antiviral.

Outra dica do médico para proteger os olhos de quem já teve catapora na infância e está com mais de 50 anos é tomar a vacina para herpes zoster, aprovada desde 2015 pela ANVISA (Agencia Nacional de Vigilância Sanitária). Só não devem tomar esta vacinas as mulheres grávidas, pessoas alérgicas à gelatina e neomicina, quem faz uso contínuo de corticóide ou é portador de tuberculose e portadores de ceratocone que tenham alergia atópica grave.

 

Colunas

Contraponto