Entrada da Cidade

Prefeitura retira material que desmoronou de obra particular irregular no São Bento

O escorregamento ocorreu no fim da tarde de sexta-feira (7), provocado por uma obra particular que vinha sendo executada de forma irregular por um morador, atingindo parte da via.

Comentar
Compartilhar
08 DEZ 2018Por Da Reportagem14h13
A limpeza da via foi concluída ainda pela manhã, com o auxílio de uma retroescavadeira, e o trânsito liberado.Foto: Prefeitura de Santos

Um volume de 60 metros cúbicos de terra e vegetação que desmoronou da encosta da Rua Santo Antônio do Valongo, 352, no Morro São Bento, foi retirado pela Prefeitura de Santos nesta manhã de sábado (8), em mutirão que envolveu 30 funcionários da Subprefeitura dos Morros, Terracom e Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). 

O escorregamento ocorreu no fim da tarde de sexta-feira (7), provocado por uma obra particular que vinha sendo executada de forma irregular por um morador, atingindo parte da via. Não houve feridos e nenhuma residência foi atingida. De acordo com a Subprefeitura dos Morros, o proprietário do terreno já havia sido notificado a não realizar a obra no local. A Secretaria de Infraestrutura e Edificações (Siedi) avaliará a necessidade de outras providências junto ao morador responsável. 

A limpeza da via foi concluída ainda pela manhã, com o auxílio de uma retroescavadeira, e o trânsito liberado. A área junto à encosta, de 15 metros de extensão, precisou ser isolada. Por estar muito molhado pelas chuvas, o material que caiu na calçada será retirado segunda-feira (10), a fim de evitar novos deslizamentos.

Técnicos da Defesa Civil e da Secretaria de Serviços Públicos (Seserp), além da CET, estiveram no local desde sexta e nesta manhã, para vistoria, avaliação e monitoramento do trânsito. 

“Trata-se de um escorregamento induzido pela ação humana. A chuva apenas contribuiu para o incidente”, afirmou o coordenador da Defesa Civil, Daniel Onias. 

Segundo o órgão, o acumulado pluviométrico das últimas 72 horas é de 52mm e os morros permanecem em estado de observação. Em razão da chuva, a Cidade teve pontos de alagamento nos dois sentidos da Avenida Nossa Senhora de Fátima - na entrada da Cidade e na altura da Rua Ana Santos. 

Segundo a CET, veículos pequenos passam pela faixa da esquerda. Não há interdição. 

Maré e ondas - A maré atingiu 1,81m às 3h10 na Praticagem de Santos, na Ponta da Praia, e 2,10m às 4h, na altura da Ilha Barnabé, interior do estuário, conforme a Defesa Civil. As ondas, na altura da Ilha das Palmas, estão em 1,63m, com tendência de aumento ao longo do dia. 

Novo pico de maré alta deve ocorrer por volta das 15h30 deste sábado. Os ventos chegaram a 55 km/h às 2h10, na estação meteorológica da Praticagem. 

Acidentes - Um acidente entre um táxi e um peugeot foi registrado na madrugada deste sábado, no cruzamento da Av. Jovino de Mello com a Rua Pastor Francisco Gonzaga Silva, na Zona Noroeste. No choque, o táxi capotou. Não houve vítimas. 

A CET foi acionada às 3h45 e a via liberada depois da perícia da polícia, às 6h44. 

Também na madrugada houve interdição do canteiro central da Av. Nossa de Fátima com Rua Maria Patrícia, para impedir a passagem de pedestre em razão de um carro que bateu no poste, comprometendo o semáforo. 

A ocorrência foi por volta das 1h20, sem vítimas. O local foi liberado às 3h50 pela CET.

 

Colunas

Contraponto