06h : 51min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Homem é preso após roubar casa em Praia Grande

Três homens entraram no imóvel e após roubar vários objetos, fugiram com o carro da família; Um deles estava armado

Comentar
Compartilhar
05 SET 2017Por Da Reportagem11h50

Guardas civis municipais de Praia Grande detiveram um homem que participou de um roubo a residência no último final de semana e conseguiram recuperar o veículo e vários objetos levados das vítimas. As câmeras de videomonitoramento do Centro Integrado de Controle e Operações Especiais (Cicoe) foram fundamentais para o desfecho da ação. 

O roubo a uma residência na Rua Capitão Fritz Rogner, no Bairro Caiçara, foi comunicado via rádio. Conforme as informações, três homens entraram no imóvel e após roubar vários objetos, fugiram com o carro da família, um Fiat Strada. Um dos homens estava armado.

Após alguns minutos, o veículo foi localizado pela Central de Monitoramento passando pela Avenida Itiberê da Cunha, no Bairro Ribeirópolis.

Uma equipe da ROMO (motos) se dirigiu ao local e quando passava pela Rua Raul Pompéia viu um homem próximo a um carro com as mesmas características do informado anteriormente. Conforme relato dos guardas, ao perceber a aproximação da equipe, o suspeito jogou algo para dentro de uma casa. Ele foi abordado, mas não portava nada de ilícito.

Entretanto, quando os guardas checaram os dados do veículo que estava na rua, confirmaram se tratar do carro roubado minutos antes no Caiçara. Em buscas no imóvel, conseguiram localizar a chave do veículo, outros dois molhos de chaves, um relógio e o documento do Fiat Strada.

Questionado mais uma vez sobre o roubo, o rapaz acabou admitindo ter participado da ação. Levado para a delegacia, foi inclusive reconhecido por umas das vítimas. Ele também revelou que os outros objetos levados da casa estavam em um terreno na Rua Clodoaldo do Amaral. Lá, foram localizados dois celulares, uma TV de 50 polegadas, seis carteiras contendo os documentos pessoais das vítimas, um notebook, uma bolsa feminina, uma bolsa com acessórios de informática, dois óculos de sol, uma caixa de papelão contendo mantimentos e R$ 751,80 em dinheiro.


Colunas

Contraponto