Temer não responde perguntas da PF e diz ser alvo de 'abusos e agressões'

Segundo sua defesa, 'há perguntas verdadeiramente invasivas e, portanto, inoportunas, que procuram simplesmente entrar na vida pessoal do presidente'

Comentar
Compartilhar
09 JUN 2017Por Folhapress17h48
Michel Temer não respondeu as 82 perguntas formuladas pela Polícia FederalFoto: Agência Brasil

O presidente Michel Temer não respondeu as 82 perguntas formuladas pela Polícia Federal no âmbito do inquérito que o investiga e afirmou que está sendo alvo de "um rol de abusos e agressões" aos seus direitos individuais.

Segundo sua defesa, "há perguntas verdadeiramente invasivas e, portanto, inoportunas, que procuram simplesmente entrar na vida pessoal do presidente afrontando sua intimidade."

O advogado Antônio Cláudio Mariz de Oliveira pediu ainda ao ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), o arquivamento do inquérito.

Colunas

Contraponto