15h : 48min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Padilha diz que não haverá votação de denúncia se oposição obstruir

O peemedebista disse nesta terça-feira (1º) acreditar que haverá durante a sessão parlamentar quorum de 342 deputados, o mínimo necessário para a votação

Comentar
Compartilhar
01 AGO 2017Por Folhapress18h30
Padilha diz que não haverá votação de denúncia se oposição obstruirFoto: Divulgação

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padlha, afirmou que a denúncia contra o presidente Michel Temer não será votada na quarta-feira (2) caso os partidos de oposição obstruam a tramitação no plenário.

O peemedebista disse nesta terça-feira (1º) acreditar que haverá durante a sessão parlamentar quorum de 342 deputados, o mínimo necessário para a votação, mas que há ainda dúvidas se o número será mantido no momento da votação nominal.

"Nós acreditamos que deverá haver no painel 342 presentes. A dúvida que existe é se teremos na votação os 342. Aí, depende muito da oposição. Se a oposição obstruir, não vai acontecer", disse.

O ministro participa com o presidente de almoço da FPA (Frende Parlamentar da Agropecuária), grupo pluripartidário que reúne cerca de 210 deputados da bancada ruralista.

Na véspera da análise, Temer intensificou o corpo a corpo para tentar virar votos e conseguir quorum para a sessão parlamentar.

Em uma agenda cheia, o peemedebista marcou audiências com 11 deputados governistas, dos quais 8 estão indecisos ou não manifestaram posicionamento.

Colunas

Contraponto