Pref 13 e 14

Ministros exonerados para ajudar Temer na Câmara reassumem pastas

Nesta quarta-feira, 2, o plenário da Casa decidiu pelo arquivamento da denúncia de corrupção contra Temer, por 263 votos a 227

Comentar
Compartilhar
03 AGO 2017Por Estadão Conteúdo13h00
Os dez ministros que foram exonerados para ajudar o presidente Michel Temer na votação da denúncia na Câmara já retornaram ao comando das pastasFoto: Marcos Correa/PR/Fotos Públicas

Os dez ministros que foram exonerados para ajudar o presidente Michel Temer na votação da denúncia na Câmara já retornaram ao comando das pastas. Nesta quarta-feira, 2, o plenário da Casa decidiu pelo arquivamento da denúncia de corrupção contra Temer, por 263 votos a 227.

Os ministros escalados para cumprir a orientação de Temer e que foram nomeados novamente nesta quinta-feira, 3, são: Antônio Imbassahy (Secretaria de Governo), Mendonça Filho (Educação), Bruno Araújo (Cidades), Fernando Bezerra Coelho Filho (Minas e Energia), Osmar Terra (Desenvolvimento Social); Leonardo Picciani (Esporte), José Sarney Filho (Meio Ambiente), Ronaldo Nogueira (Trabalho), Marx Beltrão (Turismo) e Mauricio Quintela (Transportes).

A nomeação dos titulares dos Ministérios está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira.

Colunas

Contraponto