00h : 44min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Janot pede prisão de Joesley, Ricardo Saud e ex-procurador

A solicitação do procurador-geral da República ainda vai ser analisada pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na corte

Comentar
Compartilhar
08 SET 2017Por Folhapress23h29
Rodrigo Janot pediu a prisão de Joesley Batista, Ricardo Saud e o ex-procurador Marcello MillerFoto: Agência Brasil

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao STF (Supremo Tribunal Federal) o pedido de prisão dos delatores da J&F Joesley Batista e Ricardo Saud e também do ex-procurador Marcello Miller.

A solicitação de Janot ainda vai ser analisada pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na corte e o responsável pela homologação do acordo dos executivos do grupo.

O pedido foi feito após rodadas de depoimentos nesta quinta e sexta com os personagens da polêmica criada após a divulgação de um áudio comprometedor.

O arquivo, entregue pela empresa no dia 31 de agosto, abriu suspeita sobre a participação de Miller no processo de colaboração e de uma eventual orientação dele a Joesley para que realizasse gravações secretas com políticos com o intuito de conseguir um acordo com a PGR.

Os delatores da J&F negam que o ex-procurador tenha atuado de alguma forma no caso, mas admitem terem tido contato pessoalmente e por telefone.

As gravações secretas foram realizadas ao longo do mês de março, quando Miller ainda não havia se desligado do Ministério Público.

Apesar de fazer o pedido de saída em março, sua exoneração só acontece no dia 5 de abril.

Colunas

Contraponto