Entrada da Cidade

Haddad diz que não colocará 'um banqueiro no Ministério da Fazenda'

Durante a entrevista, ele também falou sobre questões como o Bolsa Família e a Polícia Federal.

Comentar
Compartilhar
10 OUT 2018Por Folhapress21h01
Haddad disse que os governos petistas foram os que mais apoiaram a Polícia FederalFoto: Agência Brasil

O candidato à Presidência do PT, Fernando Haddad, afirmou, nesta quarta (10), que "não colocará 'um banqueiro no Ministério da Fazenda".

"Ao contrário do meu adversário, não vou colocar um banqueiro no Ministério da Fazenda. Ele quer colocar a raposa pra cuidar dos galinheiro", disse Haddad em entrevista à Rádio Jornal, em referência ao economista Paulo Guedes, guru econômico de seu adversário no segundo turno, Jair Bolsonaro (PSL).

Durante a entrevista, Haddad também falou sobre questões como o Bolsa Família e a Polícia Federal.

"É um desrespeito você chamar de esmola o que sustenta crianças famintas. O Bolsa Família é um direito. É dever do Estado matar a fome e a sede", disse sobre o programa criada no governo do ex-presidente petista Luiz Inácio Lula da Silva.

Sobre denúncias de corrupção envolvendo sua legenda, Haddad disse que os governos petistas foram os que mais apoiaram a Polícia Federal, e que ele não é contra a Operação Lava Jato, que prendeu Lula.

"Vou dar todo apoio ao Ministério Público e ao Judiciário, e isso inclui obviamente a Lava Jato", afirmou.

Colunas

Contraponto