Santos

Receita apreende 656 kg de cocaína em carga de limão no Porto de Santos

O destino da carga seria o Porto de Roterdã, na Holanda; mais de 9,5 toneladas da droga foram apreendidas este ano no Porto de Santos

Comentar
Compartilhar
12 JUL 2018Por Gilmar Alves Jr.19h03
A apreensão foi realizada nesta quinta-feira (12)Foto: Divulgação/Polícia Federal

A Alfândega da Receita Federal apreendeu nesta quinta-feira (12) 656 quilos de cocaína que seriam exportados pelo Porto de Santos para o Porto de Roterdã, na Holanda. Ninguém foi preso e um inquérito da Polícia Federal (PF) irá apurar quem são os responsáveis pela droga.

A cocaína estava escondida em um contêiner refrigerado, de 40 pés, contendo carga de limões frescos. Os limões estavam acondicionados em caixas de papelão, sendo que 150 delas estavam com tabletes de cocaína, sendo 600 no total.

Esta foi a 22a apreensão de cocaína da Alfândega de Santos no cais santista neste ano, totalizando 9,5 toneladas do tóxico, conforme balanço da Receita Federal.

No último dia 3, a Receita em conjunto com as polícias Federal e Militar, além da Guarda Portuária, apreenderam um total de 839 quilos da droga em duas cargas que tinham como destino final os portos de Bilbao e Valência, na Espanha.

Em 2017, a Receita Federal apreendeu 11,5 toneladas de cocaína no Porto de Santos, o que representou um recorde histórico. Em 2016, foram 10,6 toneladas recolhidas.

 Na maior parte dos casos, verifica-se  o uso da técnica criminosa conhecida por "rip-off loading", na qual a droga é inserida em uma carga regular, sem o conhecimento do proprietário".

A droga estava em meio a uma carga de limões frescos (Foto: Divulgação/Polícia Federal)

Colunas

Contraponto