Entrada da Cidade

Professora de educação física deixou academia sozinha antes de desaparecer, diz polícia

Karla Oliveira não é vista desde sexta-feira (4); Polícia Civil obtém vídeo

Comentar
Compartilhar
07 JAN 2019Por Da Reportagem21h21
A professora de educação física foi vista pela última vez na academia onde trabalhavaFoto: Reprodução/Facebook

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos, que apura o desaparecimento da professora de educação física Karla Rafaella de Lima Oliveira, de 27 anos, constatou em vídeo de monitoramento que a mulher deixou sozinha a academia onde trabalhava, em Guarujá, na noite de sexta-feira (4), data do desaparecimento.

Marido de Karla, o auxiliar de mecânico Esteves Tamayosi de Oliveira, de 31 anos, registrou boletim de ocorrência de desaparecimento na Delegacia Sede de Guarujá no domingo (6) e esteve hoje (7) na DIG para ser ouvido.  

Ele disse à Polícia Civil que na noite de sexta viu a mulher no local de trabalho, pois foi levar para Karla o celular dela, que havia sido esquecido em casa. Ele ainda declarou para a polícia que a mulher não quis ficar com o aparelho.

O auxiliar de mecânico também disse à polícia que teve um desentendimento com a mulher antes de ela ir para o trabalho.

Oliveira disse aos policiais que procurou sua mulher em hospitais, no Instituto Médico-Legal (IML), contatou familiares e amigos, mas não obteve nenhuma informação relativa ao paradeiro.

A Reportagem procurou Oliveira por telefone, mas não conseguiu contato.

Até a publicação desta reportagem, a DIG de Santos não tinha informações sobre o que motivou o desaparecimento.

Quem tiver informações que ajudem nas investigações pode ligar para o Disque-Denúncia (181). Não é necessário se identificar.

Colunas

Contraponto