Polícia Civil realiza maior operação dos últimos três anos

A ação de combate ao crime organizado teve início na última terça-feira e se estendeu até ontem

Comentar
Compartilhar
25 JAN 2018Por Vanessa Pimentel11h28
Uma operação da Polícia Civil prendeu 273 pessoas entre as cidades de Santos, São Vicente, Praia Grande, Guarujá, Cubatão e BertiogaFoto: Paulo Villaça/DL

Uma operação da Polícia Civil prendeu 273 pessoas entre as cidades de Santos, São Vicente, Praia Grande, Guarujá, Cubatão e Bertioga. A ação de combate ao crime organizado teve início na última terça-feira e se estendeu até ontem.

Ao todo, 80 pessoas ficaram detidas, sendo 59 por mandado e 21 em flagrante. Também foram apreendidas sete armas de fogo e um fuzil calibre 556, em Santos. Segundo o Delegado ­Seccional de Santos, Manoel Gatto Neto, a operação foi a melhor dos últimos três anos por ter apresentado o resultado mais significativo em quantidade de drogas apreendidas, armas e ­pessoas presas.

As equipes confiscaram 170 quilos de drogas, entre eles, 114 quilos de maconha, mais de cinco quilos de cocaína, seis quilos de crack e 42 litros de lança-perfume. “Uma quantidade bastante significativa. Um duro golpe para o tráfico de drogas. Essas substâncias, se colocadas no varejo, certamente valeriam mais de R$ 1 milhão”, ressaltou o delegado.

Também foram recuperados cinco veículos roubados, celulares e uma bicicleta. A operação encaminhou à custódia da Vara de Infância e Juventude 28 menores de idade. A ação contou com 156 policiais e 61 viaturas.

Cidades

Cubatão teve 14 pessoas capturadas, das quais quatro ficaram presas efetivamente por flagrante, além de nove quilos de entorpecentes diversos e dois veículos – um deles fruto de roubo e o outro, na Vila dos Pescadores, que continha seis quilos de crack em forma de tijolo.

As maiores apreensões foram realizadas em Guarujá, Praia Grande e, principalmente, em São Vicente.

Diário da Copa

RUSSIA 2018
Faltam
dias para a Copa

Colunas

Contraponto