Pref 13 e 14

Polícia Civil faz incineração recorde de drogas na Baixada Santista

Cinco toneladas de entorpecentes foram levadas para incineração em uma empresa siderúrgica em Cubatão

Comentar
Compartilhar
06 DEZ 2017Por Da Reportagem17h31
Cinco toneladas de entorpecentes são levadas para incineração em empresa siderúrgica em CubatãoFoto: Divulgação/Polícia Civil

A Delegacia Seccional de Santos realizou na manhã desta quarta-feira (6) a incineração de cinco toneladas de entorpecentes apreendidas ao longo deste ano. Foi a maior quantidade incinerada de uma só vez na Baixada Santista, segundo o delegado seccional, Manoel Gatto Neto.

A incineração foi realizada em uma empresa siderúgica em Cubatão. Cerca de 80% dos tóxicos incinerados foram maconha e, o restante, cocaína e crack.

De acordo com Gatto Neto, a expressiva quantidade de apreensões foi resultado da série de operações policiais deflagradas contra o crime organizado.

A ação de incineração mobilizou 40 policiais civis, integrantes do Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Científica, o Ministério Público Estadual (MPE) e a Vigilância Sanitária.

Números

As incinerações em 2017 já chegaram a mais de 7 toneladas. Em 2016, foram 4,7 t e em 2015 10,1 t.

Até outubro deste ano, segundo a Delegacia Seccional, foram apreendidos 5,7 toneladas de drogas. Em todo o ano de 2016 foram 6,2 t, em 2015, 2,4 t, e em 2014, 1,1 t.

Colunas

Contraponto