04h : 01min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Julgamento de acusado de matar Dan Nunes é adiado novamente

Problemas técnicos na gravação de depoimentos de testemunhas motivaram o adiamento na tarde desta terça-feira (11)

Comentar
Compartilhar
11 OUT 2016Por Da Reportagem19h18
Cantor foi morto em março de 2015 em frente a bar no EmbaréFoto: Reprodução

O júri popular de Thiago Batista de Barros, o Chupeta, acusado pelo assassinato do cantor Dan Nunes, foi novamente adiado. Problemas técnicos na gravação ao longo da audiência nesta terça-feira (11), no Fórum de Santos, motivaram o adiamento, no final da tarde. O júri foi redesignado para o próximo dia 17, a partir das 9h.

Em 22 de setembro, primeira data marcada para o júri, houve adiamento devido a problemas de saúde do advogado do réu, Alex Sandro Ochsendorf.

Preso desde julho do ano passado, Chupeta confessa o homicídio. O Ministério Público (MP) sustenta a tese de que ele cometeu homicídio qualificado por motivo torpe, porque não aceitava o relacionamento que sua ex-companheira manteve com a vítima, e por emprego de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, surpreendida com um tiro nas costas.

O advogado do réu diz que seu cliente agiu “sob o domínio de violenta emoção” e que a causadora desta emoção é a mulher, apontada como pivô.

O crime na madrugada de 30 de março de 2015, após a vítima se apresentar com a sua banda, a Tr3vo, em um bar na Rua Oswaldo Cochrane, no Embaré, em Santos. Ele estava com um grupo de pessoas em frente ao bar quando foi executado pelo réu, que estava em um Vectra e fugiu após o crime.

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar