20h : 01min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Diretor de presídio tenta entrar com celulares sob suposta ameaça de preso

O servidor, de 51 anos, estava com três celulares e 24 carregadores em uma pasta

Comentar
Compartilhar
18 OUT 2016Por Gilmar Alves Jr.19h09
Os celulares e carregadores foram descobertos durante procedimento padrão de revista dos funcionáriosFoto: Reprodução/Google Maps

O diretor do Centro de Trabalho e Educação do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Mongaguá  tentou entrar na unidade, na manhã de segunda-feira (17), com três celulares e 24 carregadores em uma pasta. Após a descoberta dos objetos, detectados por meio de sistema de raio-x, o servidor alegou que estava sendo ameaçado por um dos presos. Ele não revelou o nome do detento.

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), a constatação da irregularidade, às 6h50, ocorreu durante procedimento padrão de revista dos funcionários.

O diretor foi conduzido para a Delegacia Sede de Mongaguá, onde foi registrado um termo circunstanciado sobre o crime contra a administração pública de entrada ilegal de aparelho móvel de comunicação em estabelecimento prisional. Na hipótese de condenação, a pena varia de três meses a um ano de detenção.

Na esfera administrativa da SAP, foi instaurado Procedimento Apuratório Disciplinar e Preliminar para averiguação. Dependendo do desfecho desta apuração, o servidor poderá ser demitido a bem do serviço público.

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar