19h : 44min

Assine o Diário e o Santista por R$8 por mês no plano atual

Acusado de roubo é agredido e amarrado em poste na Zona Noroeste

O homem, segundo a polícia, tinha subtraído o celular de uma estudante de 18 anos e a agarrado pelo pescoço

Comentar
Compartilhar
04 AGO 2017Por Gilmar Alves Jr.18h17
Emerson Noé Lara foi autuado em flagrante na CPJ; Justiça converteu a prisão em flagrante em preventivaFoto: Matheus Tagé/DL

Um vigilante de 44 anos acusado de assalto foi agredido por um grupo de pessoas e amarrado em um poste na Zona Noroeste de Santos durante a noite de quinta-feira (3). A Polícia Militar foi acionada e deteve Emerson Noé Lara em flagrante por volta das 19h30. Ele foi reconhecido pela vítima do assalto, uma estudante de 18 anos.

A estudante disse à polícia que caminhava pelo bairro Bom Retiro quando foi rendida por Emerson. Segundo informou a jovem, o homem simulou estar armado e mandou ela entregar o celular, avaliado em cerca de R$ 500,00. Diante da recusa em entregar o aparelho, ela foi agarrada pelo pescoço e teve o pertence subtraído.

A jovem gritou e pediu ajuda de moradores da região. De acordo com a polícia, Emerson foi amarrado pelas mãos ao poste, na Rua Elias Machado de Almeida. As pessoas que o agrediram não foram localizadas.

Diante dos ferimentos, ele foi socorrido ao Pronto-Socorro da Zona Noroeste. Após ser medicado, ele foi levado à Central de Polícia Judiciária (CPJ), onde foi autuado por roubo tentado pelo delegado Edmilson Sanches e recolhido à cadeia anexa ao 5º Distrito Policial (Bom Retiro).

Audiência

Em uma audiência de custódia nesta sexta-feira (4) no Fórum de Santos a prisão em flagrante de Emerson foi convertida em preventiva, segundo informações divulgadas pela assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

O acusado foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Vicente. 

Colunas

Contraponto