20h : 03min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Acusado de liderar tráfico no Capão Redondo é preso em Praia Grande

Foragido da Justiça desde o ano passado, Robson Miccio Barros foi localizado por policiais civis na Vila Caiçara

Comentar
Compartilhar
19 OUT 2016Por Gilmar Alves Jr.19h01
Acusado foi levado até a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos, onde a captura foi registrada, e encaminhado a Centro de Detenção Provisória

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos capturaram na terça-feira (18), em Praia Grande, um cabeleireiro de 43 anos apontado como líder do tráfico de drogas no Capão Redondo, na zona sul de São Paulo.

Foragido desde agosto do ano passado, Robson Miccio Barros, de 43 anos, tinha contra si mandado de prisão preventiva decretado pela 27ª Vara Criminal de São Paulo. Ele e outros dois homens respondem a processo por tráfico de drogas após a descoberta de um laboratório de drogas.

Ao decretar a preventiva dos acusados, a juíza Luciana Piovesan escreveu que há necessidade da custódia para garantia da ordem pública, a considerar a gravidade da imputação lançada em desfavor dos réus.

De posse de informações sobre o paradeiro de Barros, investigadores chefiados por Paulo Carvalhal e pelo delegado Luiz Ricardo Lara Dias Júnior se deslocaram para o bairro Vila Caiçara, em Praia Grande, e o surpreenderam quando ele chegava em casa, na Rua Flauzino de Oliveira Rosa.

Após a captura ser registrada na DIG, o homem teve como destino o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Praia Grande, onde ficará à disposição da Justiça.

O Diário procurou a defesa de Barros por telefone, mas não conseguiu contato.

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar