08h : 44min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Luiz Maurício fala em resgate de credibilidade da cidade

Prefeito eleito em Peruíbe diz que cidade está em estado de abandono, e precisa recuperar investimentos e parcerias

Comentar
Compartilhar
09 OUT 2016Por Bruno Gutierrez11h00
Prefeito eleito falou na necessidade de retomar a confiança da população no governo e citou casos de prefeitos reeleitos na Baixada Santista com votação acima de 70%Foto: Matheus Tagé/DL

Desde o último domingo, quando foi eleito prefeito de Peruíbe, o vereador Luiz Maurício Pereira (PSDB) passou a dividir a atenção entre o Legislativo e os preparativos para o novo desafio no cargo Executivo.

O prefeito eleito defende o resgate da credibilidade do munícipio e do respeito da população para com o governo.

“Falo muito na questão de restabelecer a confiança da população em relação ao governo. Vemos outras cidades da região tendo orgulho do seu governo, do seu prefeito, tanto que tiveram casos de reeleição com alto índice de aprovação. Em Peruíbe, pelo contrá- rio, o índice de rejeição do atual governo é muito grande. Tanto que a prefeita acabou não saindo candidata à reeleição. Dentro das prioridades, buscamos restabelecer a confiança da sociedade com relação ao governo. O governo mostrar que quer trabalhar sério, que quer transformar, reconstruir a nossa cidade. Fazer uma gestão política junto à região, ao governo do Estado, ao Governo Federal para que venham mais recursos para a cidade”.

Assim como muitas cidades brasileiras, Peruíbe enfrenta uma crise econômica. Com isso, tem ocorrido atraso no pagamentos a fornecedores. Luiz Maurício pretende rever os contratos e enxugar despesas.

“A situação econômica nacional é ruim e isso tem que ser enfrentado. Para enfrentar o problema da dívida que será deixada teremos que ter muita seriedade. Chamar os credores para uma negociação, um parcelamento, até para não comprometer a capacidade de investimento da Prefeitura nos próximos anos. Rever contratos. Isso é compromisso nosso. Fazer uma gestão de diminuição de despesas para sobrar mais recursos para investimentos”.

Entre os primeiros objetivos, o tucano coloca a reabertura da maternidade municipal.

“A população aponta como principal problema a saúde. Hoje nós temos a maternidade fechada, um hospital que está sendo construído a quatro anos e não temos notícias. Vemos a saúde, na atenção básica, totalmente debilitada. É fazer uma reorganização na área da saúde. Vamos reabrir a maternidade nos primeiros seis meses, é um compromisso nosso. Trazer um novo modelo de gestão para que a cidade passe a funcionar. A cidade tá em um completo abandono. Falta iluminação, falta limpeza, a educação tem problemas. Vamos precisar fazer a cidade funcionar. É isso que temos em mente. A partir de 1º de janeiro, uma nova realidade para nossa cidade”.

Para atrair investimentos, o futuro prefeito destaca a boa relação com políticos da região e espera atrair o interesse também da União.

“Tenho uma boa relação com o Governo do Estado, com deputados da região, com prefeitos. Todos eles têm se mostrado solidários ao momento da nossa cidade. Essa relação política junto aos secretários do Estado e ao governador Geraldo Alckmin será essencial para que a gente traga um novo modelo para a cidade, um novo momento de investimento. O Governo do Estado tem que ser parceiro da nossa cidade, o Governo Federal a mesma coisa. Para isso acontecer, nós voltamos na questão da cidade voltar a ter credibilidade para que Peruíbe volte a estar na agenda desses dois governos”.

Outra questão abordada é a geração de empregos. Luiz Maurício atrela esse fator ao fortalecimento do turismo.

“Restabelecendo a credibilidade, certamente os investidores virão. Fortalecimento do turismo. Uma cidade movimentada durante o ano todo gera mais empregos durante o ano todo. Peruíbe, infelizmente, não tem assumido sua voca- ção turística, e nós temos atrativos que nenhuma outra cidade da região tem como a Juréia, a lama negra. Na área cultural, as ruínas do Abarébebê, o museu arqueológico, a estação ferroviária, a zona rural. Nossa cidade é um excelente produtos e nós podemos fazer com que a área do turismo fique cada vez mais fortalecida na nossa cidade”.

Metropolização

Com o PSDB presente em cargos executivos em oito dos nove municípios, o tucano espera que a metropolização da Baixada Santista passe a ser mais valorizada. “O diálogo vai ficar muito mais fácil e a possibilidade de uma união de toda região em torno de um projeto metropolitano, sem dúvida, se fortalece. Eu sou um que defendem essa ideia”.

Prefeito eleito fica surpreso com vitória por diferença apertada

Luiz Maurício foi eleito por 205 votos de diferença. O tucano obteve 8.020 votos, contra 7.815 para o segundo colocado, Emer Jaoude (PSDC).

O advogado explicou que esperava por um pleito disputado, mas não por uma vitória por uma margem pequena de votos.

“A expectativa de uma eleição disputada, principalmente por ter ex-prefeitos disputando a eleição, já esperávamos isso. Mas, realmente, não esperava que a diferença fosse de 205 votos. Pelas nossas pesquisas internas esperávamos uma diferença um pouco maior. Nós víamos nosso crescimento nos últimos 10 dias. Na última semana, as pesquisas apontavam nossa candidatura à frente. Mas, a diferença era superior, algo em torno de 1.500 votos. Acabou sendo só 205. Foi sufoco na hora da apura- ção, mas graças a Deus deu tudo certo”.

O prefeito eleito espera ser um instrumento de unificação das correntes políticas de Peruíbe.

“Eu sou morador da cidade há 37 anos. Tenho uma boa relação com todos e os outros sete candidatos. Minha campanha não foi de agressão, foi propositiva. Eu estabeleci uma relação de cordialidade com todos os candidatos. Recebi ligações de todos dando os parabéns, se colocando à disposição. A eleição acabou. Agora é hora de pensar na cidade, de construir uma cidade melhor. A cidade, politicamente, ficou dividida na eleição. Mas, nos próximos quatro anos, a cidade não pode ficar dividida. Eu vou ser um instrumento para que a cidade seja pacificada e esteja andando da melhor forma”.

Sobre o governo de transição, Luiz Maurício adiantou que já teve contato com o governo Ana Preto (PTB) e que a atual gestão se colocou à disposição para ajudar.

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar