Pref 13 e 14

Coopercial recebe material da Codesavi

Cooperativa localizada no Parque Ambiental Sambaiatuba foi oficializada em 2004, após desativação do lixão

Comentar
Compartilhar
15 JUN 2017Por Diário do Litoral08h00
Todo o material recolhido pela Codesavi segue para a CoopercialFoto: Matheus Tagé/DL

Todo material reciclável recolhido pela Companhia de Desenvolvimento de São Vicente (Codesavi) segue para a Cooperativa de Trabalho da Cidade Alta (Coopercial), que fica no interior do Parque Ambiental Sambaiatuba, onde está localizado o antigo lixão e área de transbordo interditada. O município recolhe por mês 2 mil toneladas de recicláveis por meio da Coleta Seletiva.

A Coopercial foi oficializada em 2004, após intensa negociação com os ex-catadores do Lixão do Sambaiatuba, desativado em 2001, que passaram por cursos de capacitação. Então cooperados, eles começaram a ganhar renda a partir da triagem, prensagem e venda do material reciclável repassado pela prefeitura.  

A Coopercial já chegou a ter mais de 200 cooperados, mas no final do ano passado não tinha mais que 40 funcionários devido ao término do contrato com a Codesavi e da paralisação constante dos serviços de recolhimento de recicláveis no município. Neste período, a renda deles caiu de mil reais mensais para R$ 300,00 e R$ 400,00.

O galpão onde a cooperativa está localizada tem capacidade para abrigar até 10 toneladas de material reciclado.

Desde o início deste ano, a Codesavi concentra esforços para fortalecer a Coleta Seletiva, no município. A reformulação do serviço permitiu maior recolhimento de recicláveis, que chega a 2 mil toneladas por mês – o maior número entre as cidades da Baixada ­Santista.

A Coleta Seletiva passa pelos bairros de São Vicente de acordo com cronograma estabelecido pela Codesavi. O serviço é realizado por caminhões que anunciam a sua chegada com uma música característica.

Recentemente, o município inaugurou dois ecopontos – um na Área Continental e outro na região insular. Nas caçambas distintas para cada tipo de resíduo podem ser descartados os materiais. O serviço deve ampliar a quantidade de recicláveis recolhidos na cidade e, consequentemente, incrementar o trabalho realizado pela
cooperativa.

Um ecoponto fica na Avenida Juiz de Fora, 48, na Vila Voturuá, e o outro na Avenida Ulisses Guimarães, 211, no Jardim Rio Branco. Eles funcionam de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas, e das 14 às 18 horas. Aos sábados, das 8 às 12 horas.

 

Colunas

Contraponto