Entrada da Cidade

Banda santista Erodelia ganha vaga em concurso para tocar no Rock in Rio

Quinteto de hard rock se apresenta no dia 19 de setembro, mesma noite das atrações Metallica e Motley Crüe

Comentar
Compartilhar
09 SET 201513h58

Depois de fechar turnê nos EUA, a banda santista Erodelia conquistou mais um feito em 2015. O quinteto de hard rock, formado por Caio Del Lucchesi (vocal), Danilove (guitarra base), Yan Cambiucci (guitarra solo), Erick Ajifu (baixo) e Heittor Jabbur (bateria) garantiu uma das cinco vagas para tocar na edição deste ano no Rock in Rio, a ser realizado entre os dias 18 a 27 de setembro na capital fluminense. A data foi definida nesta última terça-feira (8): a Erodelia será a atração do Palco Pepsi, na noite em que tocam grandes bandas do cenário do Rock, como Metallica e Motley Crüe.

A oportunidade surgiu pelo concurso Batalha de Bandas Pepsi by Pleimo. Dez bandas foram selecionadas para a votação popular, concorrendo a cinco vagas. Uma delas foi a Erodelia, que terminou nesta sexta-feira (4), com pouco mais de 116 mil votos conquistados. "O Rock in Rio é uma oportunidade única, não tem dinheiro nenhum que compre. Perdemos três semanas de sono, votando e divulgando o concurso. Mas valeu a pena", diz o vocalista Caio Del Lucchesi.

Essa é a segunda banda de Santos a representar a cidade nesta edição do Rock in Rio, um dos maiores festivais de música do mundo. Outra banda da região já prevista no line up é a Bula, formada por dois ex-integrantes do Charlie Brown Jr, Marcão (vocais e guitarras) e André Pinguim (bateria), mais a baixista Lena Papini.

Em cinco anos de atividades, a Erodelia lançou um total de 12 músicas e dois EPs produzidos por Nando Bassetto e Cristopher Clark, no Play Reck Studios (estúdio vencedor do Grammy Latino de Gravação): Me Segura, Neném (2010) e Santa Madeira (2014), este último em alusão à "Hollywood". O som dos integrantes é influenciado por bandas dos anos 70 e 80, como AC/DC, Led Zeppelin, Queen, Kiss e Black Sabbath, com composições 100% em português.

"Nossa banda quer ser mundial. Quem não quer, na verdade? O artista que almeja voos maiores precisa pensar em uma escala global. Chegamos nessa ideia [de compor em português] porque tivemos feedback. Todas as vezes que a Erodelia foi para algum site ou que teve as músicas tocadas nas rádios gringas, a resposta era padrão: 'não entendemos uma palavra do que você cantou, mas o som de vocês é incrível'. A partir disso, chegamos à conclusão de que, fora do Brasil, a qualidade é o que conta", defende Del Lucchesi.

Erodelia garantiu uma das cinco vagas para tocar na edição deste ano no Rock in Rio (Foto: Divulgação)

Elogios

Os lançamentos contínuos de música fizeram da Erodelia, ainda que na condição de banda independente, uma das grandes apostas no cenário atual do rock no Brasil. Cachorro Grande, Tico Santa Cruz (vocalista do Detonautas), Cajamanga, Black Drawing, Chalks, Paulo Miklos e Matanza estão na lista de artistas e bandas que convidaram os santistas para abertura de shows ou que citaram a qualidade do som do quinteto.

O reconhecimento do trabalho rendeu à Erodelia a participação de Zé do Caixão no videoclipe da música Essa Semana eu Tirei pra te Odiar.

Colunas

Contraponto