Supermercados esperam aumento de 7% em vendas no natal

Estabelecimentos já começaram a preencher as prateleiras com produtos típicos das festas de final de ano.

8 NOV 2012 • 11h44

Os supermercados de todo o país já se preparam para as festas de final de ano e recheiam as prateleiras de produtos tradicionais para as comemorações de Natal e Ano Novo. A estimativa da Associação Paulista de Supermercados (Apas) é de que no Estado as vendas do setor aumentem 7% em comparação ao mesmo período do ano passado. Na Baixada, o faturamento deve ser maior, segundo prevê representante de estabelecimento em Santos.

Pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras) sobre o faturamento para o Natal revelou que o setor supermercadista espera um aumento de 14,4% nas vendas dos produtos típicos durante o período de festas de final de ano. O otimismo do setor para as festividades de 2012 ficou abaixo do que no ano passado, quando a expectativa era de um crescimento de 15,6% das vendas.
 
Já para a Apas, no Estado a expectativa de faturamento é 7% maior do que o ano passado. “As vendas começam a aquecer, principalmente as de produtos relacionados a festas de fim de ano. A expectativa para o estado de São Paulo é que o crescimento real seja de 7% comparado a 2011” diz a Associação, em nota.
 
Mas, para a representante do supermercado Bolshoi, em Santos, Cristina Relvas, o faturamento dos supermercados deve superar tais expectativas. “Depois do feriado da Consciência Negra, em 20 de novembro, quando as pessoas normalmente já recebem a 1ª parcela do 13º salário, começam a pesquisar preços e comprar os produtos típicos das comemorações de final de ano”, ela aposta.
 
A partir do dia 1º de dezembro, o Bolshoi estende seu horário de funcionamento e começa a fechar às 21 horas. “A partir do dia 15 de dezembro, o movimento é muito intenso, chega a triplicar”, ressalta Cristina.