Projeto AMAR nas escolas prossegue com apresentações até o final do mês

Neste ano, a iniciativa traz o espetáculo musical: 'O Universo das Brincadeiras Musicais', que percorrerá 15 núcleos de educação

6 MAR 2018 • 13h43
Projeto AMAR nas escolas prossegue com apresentações até o final do mês - Helder Lima/PMG

O Projeto de Atividades Musicais e Ações Recreativas (AMAR) da Secretaria de Educação de Guarujá retornou as apresentações deste ano, junto às escolas municipais de educação infantil. Nesta edição, o tema do espetáculo é: "O Universo das Brincadeiras Musicais", que prossegue até o final do mês, nos 15 núcleos de educação infantil municipais (Neims).

O cronograma de apresentações teve início em 26 de fevereiro. O Projeto AMAR traz um musical desenvolvido por educadoras, em um repertório que já faz parte do universo das crianças e atrai sua atenção pelo figurino colorido e instrumentos musicais utilizados durante a apresentação.

O AMAR visa ainda explorar o Parque Sonoro existente nas creches municipais. Esses são espaços, que formam um conjunto de objetos recicláveis transformados em instrumentos musicais, dispostos em lugares abertos dentro da Unidade. O principal intuito é que as crianças tenham a oportunidade de experiências com vários tipos de produção sonora.

São 17 professoras da rede municipal de ensino que participam do Projeto.  Elas passaram por estudos e receberam formação em musicalização. Coordenam a iniciativa, a professora Anna Cláudia Gaffo, e a professora formadora, Teresa Cristina da Motta Pereira Santos, "Teca".

Segundo explica o vice-prefeito e secretário de Educação de Guarujá, Renato Pietropaolo, a mudança de proposta do AMAR é uma iniciativa da Diretoria de Educação Infantil. "A proposta agora está voltada aos benefícios da musicalização, pois vimos como era importante trabalharmos essa questão desde a primeira infância (de 4 meses a 3 anos e 11 meses).

Parte do repertório desenvolvido no Projeto já é vivenciado pelas crianças nos Núcleos (NEIM) ao longo do ano, em um trabalho dirigido por educadoras. A apresentação inclui vários momentos de interação entre o elenco e a plateia, fazendo com que eles se tornem parte integrante do espetáculo.