Suspeita de torturar mulher em 2014 é presa após ficar foragida por cinco meses

A captura aconteceu após um desentendimento entre vizinhos, no bairro Caiçara, em Praia Grande, na tarde do último domingo (4)

6 MAR 2018 • 08h30

A Polícia Militar capturou uma foragida da Justiça responsável por filmar e compartilhar as imagens de uma sessão de tortura cometida contra uma mulher, que teria se envolvido com o namorado de uma amiga, em 2014. Ela estava foragida há cinco meses.

A captura aconteceu após um desentendimento entre vizinhos, no bairro Caiçara, em Praia Grande, na tarde do último domingo (4). Com a chegada da Polícia Militar, a foragida apresentou nervosismo, fato que chamou atenção dos policiais.

Após consulta, foi verificado a existência de um mandado de prisão expedido em outubro do ano passado. A acusada precisa cumprir a pena quatro anos, cinco meses e dez dias de prisão em regime fechado.

O caso

Em 2014, um vídeo mostrava uma jovem sendo espancada e torturada em Praia Grande. Segundo a polícia, o vídeo foi gravado após a agressora suspeitar que o namorado estava saindo com a rival. Nas imagens, a agressora chegou a apagar um cigarro no rosto da vítima, além de obrigar a garota a confessar a traição enquanto era espancada com socos e tapas no rosto.