Projeto Verão Limpo contabiliza mais de 100 quilos de microlixo coletado

Ação, que realizou cinco edições este ano, contou com 160 voluntários

5 MAR 2018 • 13h31
Somando todas as edições, foi recolhido um total de 109, 2 kg quilogramas de micro lixo, contando com o apoio de 160 voluntários - Divulgação/Prefeitura de São Vicente

Ecologia tem como significado a ciência que estuda as relações dos seres vivos entre si ou com meio orgânico ou inorgânico no qual vivem. Pensando nisso, foi realizado neste domingo (4) a quinta edição do projeto Verão Limpo, realizado pela ONG Ecologia em Movimento (Ecomov). A ação contou com a presença dos Escoteiros do Ar de São Vicente e da Escola Etec Doutora Ruth Cardoso, além de 52 voluntários.

Como resultado, foram recolhidos 32 kg de resíduos nesta edição. Dentre os mais encontrados estão: bitucas de cigarro (640), alimentos (494), garrafas pet (131), sacolas plásticas (127), fragmentos de embalagem para alimento (91), tampinhas (52), canudos (31) e fragmentos de isopor (19).

Somando todas as edições, foi recolhido um total de 109, 2 kg quilogramas de micro lixo, contando com o apoio de 160 voluntários.

Ecomov

O projeto nasceu após uma experiência que o presidente da Ecomov, Rodrigo Brandão Azabumja, passou. Isso lhe deu motivação para começar algo que ele pudesse acreditar e ao mesmo tempo ajudar sua Cidade. “Em 2014, eu tive uma experiência que foi a perda do meu pai e isso me fez acreditar em algo. Depois de cinco dias, eu criei a ONG com a participação de 60 pessoas. Posteriormente, nós conseguimos atingir mais de 2.500 crianças”.

Quem quiser ser ajudar o meio ambiente, Rodrigo explica como se inscrever para o projeto. ”Nós fazemos uma entrevista antes para ver se o voluntário é realmente efetivo se gosta do que está fazendo. E os quesitos para se candidatar são: ser maior de 16 anos, menor com a autorização dos pais ou com a presença deles. E entrar em contato conosco pela nossa página no Facebook”.

Um dos participantes foi os Escoteiros do Ar de São Vicente, que ajudaram na distribuição de sacolas para a população e no recolhimento de lixo. O chefe de escoteiros, Sérgio Teijeira, contou como conheceu a iniciativa. “O Rodrigo fez uma palestra nos escoteiros e depois propôs um projeto que no caso foi o Verão Limpo.

A voluntária, Aline Stern Bianchi, enfatizou o significado desse projeto para ela e a população. “Satisfação. Acho que é a palavra que resume tudo isso, satisfação de poder ajudar. A importância é saber que estamos fazendo algo bom para cidade e também para a vida marinha, ajudando a preservar a vida dos animais”.