Baixada Santista promete grandes espetáculos no Réveillon

Santos vai utilizar a tecnologia de shows pirotécnicos mais moderna do mundo. Em algumas cidades, os fogos serão silenciosos ou com barulho reduzido

30 DEZ 2017 • 10h30
Algumas cidades vão aderir aos fogos silenciosos ou com barulho reduzido - Divulgação/PMS

Quem passar o Réveillon na Baixada Santista vai poder conferir a tradicional queima de fogos em oito cidades da região. Praia Grande promete ser o espetáculo com maior duração. Já Santos vai utilizar a tecnologia de shows pirotécnicos mais moderna do mundo. Em algumas cidades, os fogos serão silenciosos ou com barulho reduzido.

Em Santos, dez balsas serão espalhadas pela orla e o espetáculo vai durar 16 minutos. Os disparos das 17 toneladas de fogos serão comandados por GPS, como acontece nas viradas de ano de Dubai (Emirados Árabes Unidos), Londres (Inglaterra) e Sidney (Austrália).

No Brasil, apenas Santos e Rio de Janeiro vão usar a mesma tecnologia. “Os turistas que estiverem em Santos vão assistir a um espetáculo da mesma qualidade do Réveillon carioca”, afirma o secretário de Turismo, Rafael Leal.

Em Praia Grande, o show terá 22 minutos de duração, sendo a segunda queima de fogos mais longa do País. “São 40 toneladas entre estrutura e fogos de artifícios, montadas nas areias dos bairros”, relata a Prefeitura. O espetáculo vai acontecer nas praias do Canto do Forte, Tupi, Caiçara e Flórida.

“Praia Grande é uma cidade turística que recebe, nesta época, mais de um milhão de pessoas esperando ‘virar’ o ano com muita alegria e descontração. É um espetáculo de luzes e cores, que renova as esperanças de todos para um 2018 cheio de paz e saúde, além de ser uma atração turística”, relata o secretário de Cultura e Turismo de Praia Grande, Esmeraldo Vicente dos Santos.

Na programação da virada de São Vicente, estão confirmados três pontos de queima de fogos de artifício. Serão quatro toneladas de fogos com efeitos visuais, divididas em três barcas: no Itararé, próximo à Ilha Porchat; na Baía de São Vicente na Praia do Gonzaguinha, em frente à Praça Heróis de 32 e na Lagoa do Quarentenário, na Área Continental. A queima deverá durar aproximadamente 10 minutos.

A comemoração em Guarujá acontece nas praias de Pitangueiras e Astúrias. A atração será realizada em cinco balsas, com um total de 12.340 disparos pirotécnicos. De acordo com a Prefeitura, a Cidade ganhará mais três pontos de queima, na Praia do Perequê, na Praça 14 Bis, em Vicente de Carvalho, e no Grêmio dos Funcionários Públicos.

A estrutura para a queima de fogos de Bertioga será ao lado da Tenda de Eventos, próximo ao lado Forte São João. O show pirotécnico deve durar entre 10 e 15 minutos.

Em Mongaguá, a tradicional queima de fogos será em Agenor de Campos, na região da Plataforma de Pesca.

Itanhaém vai receber o ano de 2018 com uma grande queima de fogos na Praia dos Sonhos e  na praia do Gaivota.

Por fim, em Peruíbe, a  queima de fogos será na praia do centro. Serão 300 morteiros com duração aproximada de 15 minutos.

Cubatão é a única cidade da Baixada que não terá show pirotécnico oficial. De acordo com a Prefeitura, o evento não será realizado devido à contenção de despesas municipais.

Shows

Praia Grande - Na tenda do Boqueirão, quem anima a virada é a Banda Eletro Bis. Ronny Santos se apresenta na estação Aviação. Na Tupi, quem comanda o show é a banda Maré Musical. Willian Santana e Odékeré tocam na Estação Ocian. A banda Du Casco agita a Estação Caiçara. No Flórida, o show fica por conta da banda Acesso Livre. As apresentações começam a partir das 22h30 e seguem até às 2 da manhã.

São Vicente - Na Praia do Itararé, a atração será o grupo Melanina Carioca, que se apresentará no Litoral Music Festival. O ingresso pode ser obtido em troca de um quilo de alimento não perecível. Segundo a organização, os alimentos não serão aceitos no dia do show. Já quem passar pela Praça 22 de Janeiro poderá conferir o show da banda Ska-Su, a partir das 22h. Os moradores da Área Continental terão diversão garantida com o grupo Matéria Prima.

Bertioga - O show da virada ficará por conta da Banda True Colors. “Este ano, faremos um som super legal para garantir a festa do público, com vários estilos e ritmos, como forró, pagode, funk, pop, axé e sertanejo”, promete Edy Black, baixo, vocal e um dos líderes do conjunto.

Mongaguá - Dentro do projeto MongaVerão 2018, realizado na Praça Dudu Samba, no Centro, o show da virada será comandado pela banda Quisera Eu.

Itanhaém - O tradicional Show da Virada vai começar às 22 horas. Artistas locais e da região vão se reunir no palco montado na Praia dos Sonhos para tocar os mais diferentes estilos. Rodrigo e Adriel, Mike Dash, Mateus Villa, Millena Lima, Tatha Barreiros e Bradock e Baroni serão os artistas que animarão o público presente na Praia dos Sonhos. Já no Gaivota, quem fará a contagem regressiva para o ano novo é o cantor James Santos.

Peruíbe - A prefeitura promoverá um show na virada com a Banda Sananda (Pop Rock) a partir de 22 horas.