14h : 29min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Petição global tem mais de 1 milhão de assinaturas pedindo o fim de plásticos

A meta é acabar com essa prática nos próximos cinco anos e a petição apoia a campanha Mares Limpos daquela agência das Nações Unidas

Comentar
Compartilhar
06 JUN 2017Por Agência Brasil21h00
A poluição provocada pelos plásticos é uma tragédia ambiental global que contamina o solo e os maresFoto: Martine Perret/ONU Meio Ambiente

A ONU Meio Ambiente recebeu nesta terça-feira (6) uma petição internacional com mais de 1 milhão de assinaturas pedindo o fim do descarte de plásticos após um único uso. A meta é acabar com essa prática nos próximos cinco anos e a petição apoia a campanha Mares Limpos daquela agência das Nações Unidas. A informação é da ONU News.

Mais de 20 países estão de acordo com a campanha, que pede a governos, indústrias e cidadãos para acabar com o uso excessivo e o desperdício de plásticos e eliminar os microplásticos dos cosméticos.

Segundo o chefe da ONU Meio Ambiente, Erik Solheim, "8 milhões de toneladas de plástico vão parar nos oceanos todos os anos, ameaçando a vida marinha". Ele agradeceu às 1 milhão de pessoas que assinaram a petição e garantiu trabalhar para que mais países apoiem o projeto.

Fim de sacolas plásticas

A campanha Mares Limpos foi lançada em fevereiro. A Indonésia se comprometeu a reduzir seu lixo marinho em 70%; o Quênia deve aprovar o fim do uso de sacolas plásticas em setembro e a Suécia anunciou apoio financeiro para o combate ao lixo dos oceanos.

A petição foi entregue na sede da ONU, em Nova York, onde está sendo realizada a primeira Conferência Global sobre os Oceanos. O recém-nomeado embaixador da ONU Meio Ambiente, o ator Adrian Grenier, participa da conferência e vai inaugurar a Experiência Mares Limpos, um tour virtual sobre o impacto da poluição nos oceanos.

A agência da ONU espera que mil pessoas, entre diplomatas e representantes do setor privado e da sociedade civil, visitem a exposição ao longo desta semana. O projeto é apoiado pela empresa Dell, que vai transformar plásticos recolhidos de praias e áreas costeiras em embalagens para seus produtos.

Colunas

Contraponto