Débitos prefeituras

Merkel é formalmente reeleita para 4º mandato como chanceler da Alemanha

A reeleição consolida o estabelecimento do novo governo alemão, quase seis meses depois de uma eleição geral inconclusiva

Comentar
Compartilhar
14 MAR 2018Por Estadão Conteúdo09h55
Merkel enfrenta uma série de desafios nos âmbitos doméstico e internacionalFoto: Laura Kotila/Finnish Government/Fotos Públicas

A câmara baixa do Parlamento da Alemanha reelegeu formalmente hoje Angela Merkel como chanceler do país, concedendo à líder alemã seu quarto e último mandato.

A reeleição consolida o estabelecimento do novo governo alemão, quase seis meses depois de uma eleição geral inconclusiva e as negociações mais complicadas para a formação de uma coalizão desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

Merkel enfrenta uma série de desafios nos âmbitos doméstico e internacional, incluindo insatisfação interna com a política para imigrantes, várias propostas de países vizinhos sobre como reformar a União Europeia e a hostilidade do presidente dos EUA, Donald Trump, que ameaça punir o bloco com tarifas sobre importações.

A aliança conservadora de Merkel venceu a eleição parlamentar, realizada em setembro do ano passado, mas não conquistou maioria absoluta. Após longo período de discussões, o grupo fechou um acordo de coalizão com o Partido Social-Democrata (SPD, na sigla em alemão).

Merkel e os integrantes de seu gabinete tomam posse ainda nesta quarta-feira.

Diário da Copa

RUSSIA 2018
Começou a copa
Acompanhe aqui

Colunas

Contraponto