Banner Codevida

Maduro rechaça ameaças dos EUA à sua Assembleia Nacional Constituinte

O governante assegurou que a Venezuela "é um país livre e soberano e não se deixa ameaçar nem intimidar por nenhum império deste mundo"

Comentar
Compartilhar
12 JUL 2017Por Agência Brasil22h30
Maduro rechaça ameaças dos EUA à sua Assembleia Nacional ConstituinteFoto: Agência EFE

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, rechaçou ontem (11) declarações do senador republicano norte-americano Marco Rubio, que advertiu que se o mandatário venezuelano insistir em realizar uma Assembleia Constituinte, os Estados Unidos imporão ao seu país "severas sanções". A informação é da agência Télam.

"O imperialismo anda ameaçando-nos que se realizarmos a Assembleia Nacional Constituinte eles vão bloquear a Venezuela. Bloquear a Venezuela? A Venezuela ninguém bloquei, compadre", sentenciou Maduro durante um ato no Palácio de Miraflores, sede do governo.

O governante assegurou que a Venezuela "é um país livre e soberano e não se deixa ameaçar nem intimidar por nenhum império deste mundo".

Colunas

Contraponto