Santos Vacinação

Incêndio em Nova York foi provocado por criança brincando com fogão

As chamas se espalharam rapidamente pela cozinha do apartamento do primeiro andar e pela porta que a mãe deixou aberta enquanto fugia com a criança e outro filho

Comentar
Compartilhar
29 DEZ 2017Por Folhapress21h01
Incêndio que deixou 12 mortos em Nova York, nos EUAFoto: Associated Press

O incêndio que deixou 12 mortos em Nova York, nos EUA, na noite de quinta-feira (28) foi provocado acidentalmente por uma criança de três anos e meio que brincava com um fogão, informaram as autoridades locais.

As chamas se espalharam rapidamente pela cozinha do apartamento do primeiro andar e pela porta que a mãe deixou aberta enquanto fugia com a criança e outro filho, informou nesta sexta (29) o comissário dos bombeiros, Daniel Nigro. O vão das escadas serviu como chaminé, levando as chamas para os andares superiores e bloqueando a única rota de fuga.

Os 12 mortos incluem crianças com idades entre 1, 2 e 7 anos.

Dois dos mortos foram encontrados numa banheira cheia de água. Bombeiros disseram que as vítimas deviam ter pensado que essa era uma maneira de se proteger das chamas e da fumaça que atingiu todos os pisos do prédio.

"Fomos informados de que o menino tinha o costume de brincar com os queimadores e ligar o fogão e, antes que a mãe soubesse, o fogo havia tomado conta da cozinha", afirmou Nigro.

O incêndio, que começou às 19h de Nova York (22h no horário de Brasília) foi controlado por mais de 150 bombeiros. Uma escola da região também foi aberta à noite para receber os feridos e outros afetados pela tragédia.

Na noite de quinta, os termômetros marcavam - 10°C em Nova York.

"Essa é uma das piores perdas de vida em muitos, muitos anos", disse o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, em frente ao prédio destruído pelo incêndio. "Peço a todos os nova-iorquinos que mantenham todas essas famílias aqui do Bronx em suas preces."

Há dez anos, no mesmo distrito do Bronx, um incêndio matou dez pessoas, entre elas nove crianças, numa casa de quatro andares. Em 1990, 87 pessoas morreram num incêndio no clube Happy Land, o que faz do fogo desta semana o segundo mais letal na cidade desde então.

Diário da Copa

RUSSIA 2018
Faltam
dias para a Copa

Colunas

Contraponto