09h : 07min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Forte terremoto na região central da China deixa mortos e feridos

O sismo teve epicentro com profundidade de 20 quilômetros, segundo o Centro de Redes Sismológicas da China

Comentar
Compartilhar
08 AGO 2017Por Agência Brasil18h30

Pelo menos cinco pessoas morreram e outras 60 ficaram feridas, 30 delas em estado grave, após um terremoto de magnitude 7 graus na escala Richter ter atingido nesta terça-feira (8) a província de Sichuan, na região central da China. A informação é da Agência EFE.

Autoridades locais citadas pela agência oficial Xinhua informaram que o tremor, um dos mais potentes registrados no país nos últimos anos, ocorreu por volta das 21h19 locais (10h19 em Brasília), com epicentro no vale de Jiuzhaigou, uma conhecida região turística chinesa e visitada por milhares de pessoas.

O sismo teve epicentro com profundidade de 20 quilômetros, segundo o Centro de Redes Sismológicas da China. Em 2008, 90 mil pessoas morreram ou ficaram desaparecidas após um dos piores terremotos das últimas décadas ter afetado a província de Sichuan.

Segundo as autoridades locais, foram registrados mais de uma centena de réplicas do terremoto.

Testemunhas ouvidas pela agência oficial Xinhua informaram que várias casas foram totalmente destruídas na região. Outras sofreram danos com intensidades variadas. Fotos e vídeos publicados nas redes sociais mostram muitos prédios em ruínas.

Por esse motivo, as autoridades locais decretaram estado de emergência e iniciaram uma operação de retirada das pessoas da área. Mais de 200 homens de um órgão de salvamento foram enviados da província de Chongqing, vizinha a Sichuan, para ajudar no trabalho de resgate de possíveis vítimas.

Pelo menos cem turistas ficaram presos em um parque natural da região afetada, onde algumas ferrovias pararam de funcionar. Em áreas mais afastadas do epicentro, mas ainda na província de Sichuan, várias pessoas deixaram suas casas com medo de desabamentos.

O tremor foi sentido até na capital da província, Chengdu, que fica 300 quilômetros ao sul do epicentro.

Colunas

Contraponto