Entrada da Cidade

Por ciúmes, marido ateia fogo e desfigura rosto da esposa em Mongaguá

A jovem continua internada na UTI da Santa Casa de Santos e segundo o último boletim médico ela está com 38% do corpo queimado e respira com a ajuda de aparelhos.

Comentar
Compartilhar
15 SET 2018Por Da Reportagem12h46

Um jovem de 28 anos foi preso em flagrante suspeito de atear fogo no corpo da própria companheira em Mongaguá, no bairro Balneário Anchieta. A jovem, de 31 anos, está internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Santos.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o marido da vítima começou a apresentar comportamento agressivo por causa de ciúmes. Após uma discussão do casal, ele teria jogado álcool na companheira e ateado fogo nela com um isqueiro, desconfigurando seu rosto.

A polícia foi acionada e, no caminho, encontrou o casal numa bicicleta e a jovem bastante ferida na garupa. Mesmo muito machucada a vítima contou aos policiais o que tinha ocorrido, e o seu companheiro recebeu voz de prisão na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade.

À polícia o homem informou que não cometeu o crime. Segundo a sua versão ele estava manuseando cobras dentro de um pote e, ao pedir ajuda à sua companheira, o líquido que estava dentro de um dos frascos caiu sobre o rosto dela. Sem se importar, ela teria acendido um cigarro e acabou se incendiando. 

A versão contada por ele não convenceu os investigadores, e o homem está detido pelo crime de tentativa de homicídio qualificado, com os agravantes de feminicídio e emprego de fogo.

A jovem continua internada na UTI da Santa Casa de Santos e segundo o último boletim médico ela está com 38% do corpo queimado e respira com a ajuda de aparelhos.

 

 

 

Colunas

Contraponto