Entrada da Cidade

Nego do Borel promete ‘partir o coração’ de milhares de fãs em Mongaguá

Show é gratuito e abre o último final de semana do projeto MongaVerão, na Praça de Eventos Dudu Samba

Comentar
Compartilhar
24 JAN 2018Por Da Reportagem22h31
Nego do Borel comandará o palco, embalando dezenas de milhares de fãsFoto: Divulgação

Último final de semana de shows gratuitos do MongaVerão promete bater recorde de público. E as atrações começam nesta quinta-feira (25), quando o cantor pop Nego do Borel comandará o palco, embalando dezenas de milhares de fãs. Como é aniversário de São Paulo, Mongaguá deve receber milhares de turistas, o que só aumenta a expectativa de público para o evento. As apresentações seguem até este sábado (27), sempre a partir das 22 horas, na Praça de Eventos Dudu Samba.

Do Rio de Janeiro, Nego do Borel iniciou a carreira cantando o famoso funk carioca e hoje está no auge de sua carreira, aderindo outros ritmos, realizando parcerias com artistas famosos como a cantora Anitta e forrozeiro Wesley Safadão, na música ‘Você partiu meu coração’.

Projeto - A cidade encerra o MongaVerão 2018 com muito sertanejo e sofrência. Na sexta (26), a dupla Jads & Jadson garante embalar o público. Já no sábado (27), as belas Julia & Rafaela prometem arrancar o fôlego dos marmanjos e envolverem toda a família num grande espetáculo de encerramento do evento.

Muita beleza e diversão - Neste verão ainda mais turistas estão procurando Mongaguá para aproveitar suas belezas, com belas praias, as três feiras de artesanatos (Centro, Vera Cruz e Agenor de Campos) e as arquibancadas do Rio Mongaguá.

Também é possível visitar o Parque Ecológico A Tribuna, localizado na Avenida Governador Mário Covas Júnior, 10.410, no bairro Plataforma. Criada em 1996, é uma área destinada à visitação pública, cujo principal objetivo é a educação ambiental, abordando temas como o tráfico de animais silvestres, lixo, reciclagem, conservação da biodiversidade e de áreas verdes. O visitante passeia pelos seus 15 mil m² observando e aprendendo em cada recinto com diferentes animais. Atualmente, o parque possui recinto para jabutis, um serpentário com cobras peçonhentas e não-peçonhentas, um viveiro interativo de aves, recinto de quati, jacaré, tucanos, gavião, arara, além de 15 aquários tropicais e marinhos com peixes de diversas partes do globo. Lá é encontrado ainda um espaço destinado à Educação Ambiental, com acervo de conchas, sementes, pedras, areias de todas as praias do Litoral Paulista, animais conservados em formol, além de muita informação sobre os mais diferentes temas ambientais. O parque está funcionando em horário diferenciado, de terça a domingo, das 8 às 18 horas. Os ingressos custam R$ 3. Crianças menores de 7 anos e adultos maiores de 60 anos não pagam.

Poço das Antas - Caso o clima esquente, o Parque Turístico Umberto Salomone, mais conhecido como Poço das Antas, que fica na Rua das Cascatas s/nº, no bairro Pedreira, é uma das principais atrações de Mongaguá, um dos pontos turísticos mais visitados. Constitui-se de uma queda-d’água que forma uma cachoeira, terminando com uma piscina de água natural. Trata-se de um recanto ecológico abençoado pela mãe natureza que dispõe de uma boa infraestrutura, com banheiro, pontes com corrimão, lanchonetes, guarita e um amplo estacionamento. Excelente lugar para banho e piquenique e para quem pretende se aventurar pelas trilhas morro acima, que levam até as cachoeiras. O local fica aberto ao público de segunda a domingo, das 9 às 17 horas. Os ingressos custam R$ 4 por pessoa, R$ 4 por moto e R$ 20 por carro com capacidade para até cinco passageiros. No caso de veículos com maior capacidade, será cobrado o valor do ingresso individual. Menores de 7 e maiores de 60 anos não pagam.

Plataforma de Pesca - Visitada por inúmeros turistas e munícipes, o local é um dos cenários mais bonitos e encantadores do Brasil. Instalada na cidade em 1977, é a maior plataforma pesqueira em estrutura de concreto armado avançando 400 metros mar adentro formando um “T” e se lançando 86 metros para cada um dos lados. Na entrada há sanitários, local apropriado para lavagem dos pescados e apetrechos de pescas. O equipamento funciona 24 horas por dia e os ingressos custam R$ 5, sendo que pessoas acima de 60 anos pagam R$ 2,50 e crianças de 3 a 10 anos, R$ 3. A plataforma fica na Avenida Governador Mário Covas Júnior, 10.181, no bairro Plataforma.

Complexo Rural - Na zona rural da cidade é possível desfrutar de diversas atrações, como passar o dia todo pescando, curtindo as piscinas de águas naturais ou simplesmente descansando sob a sombra de uma árvore. Além disso, pode-se conhecer um pouco sobre a fauna e flora da região e entrar nas águas dos rios e corredeiras que enfeitam a cidade.

Mirante da Padroeira - Outro ponto bastante visitado é o Mirante da Padroeira, com uma imagem de Nossa Senhora Aparecida medindo mais de 15 metros de altura e cerca de 2,5 toneladas, instalada numa linda trilha urbana feita em uma passarela de madeira com 150 metros de extensão. São 139 degraus em meio à mata nativa. No local, pode-se avistar pássaros silvestres. No deck, com 30 metros acima do chão, tem-se uma visão privilegiada e deslumbrante da região. O local está aberto ao público de segunda a domingo, das 8 às 17 horas, e fica na Avenida Marina s/nº, no Centro.

Belvedere - Localizado no bairro do Aguapeú, a um quilômetro do centro da cidade, o Belvedere abriga a torre de transmissora de televisão da cidade. Do local é possível avistar toda a cidade. Endereço: Mirante Vera Cruz, Aguapeú. Entrada Franca.

Colunas

Contraponto