23h : 50min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Em Mongaguá, projeto discute o bullying nas escolas

Só nos últimos dois meses quase 2.600 alunos participaram da atividade, incluindo unidades públicas e particulares

Comentar
Compartilhar
24 NOV 2016Por Da Reportagem17h00
A GCM garante que o projeto continuará em 2017Foto: Divulgação/PMM

Atento aos noticiários sobre o avanço do bullying no ambiente escolar em todo o País, o subcomandante da Guarda Civil Municipal (GCM) de Mongaguá, Luiz Marcelo de Souza, tomou a iniciativa de trabalhar o tema junto aos estudantes a fim de afastar a possibilidade de surgimento deste mal nas unidades da cidade. Para isso, o GCM visita as escolas e realiza uma palestra abordando os principais aspectos do bullying e a importância de manter a paz e a convivência harmoniosa na sala de aula. “A intenção é que as crianças absorvam os ensinamentos e pratiquem no dia a dia. E não apenas na escola, mas também em seus lares”, comentou o subcomandante.

Segundo ele, só nos últimos dois meses quase 2.600 alunos participaram da atividade, incluindo unidades públicas e particulares. O GAPE (Grupo de Apoio e Prevenção nas Escolas), nome oficial da iniciativa, está com a agenda preenchida até o final deste ano, mas o GCM garante que o projeto continuará em 2017.

“O bullying é um mal que deve ser banido da sociedade, incita a discórdia, a raiva e sobretudo a violência. E essa reflexão deve ser feita desde cedo”, comentou Luiz Marcelo de Souza, lembrando que qualquer escola do município pode agendar palestras, bastando apenas enviar um e-mail com a solicitação para [email protected]

Colunas

Contraponto

Construtora CredLar